4 de dez de 2016

Apresentação do livro OS INTRATERRENOS.


Tomei conhecimento pela primeira vez da existência de Cidades Subterrâneas ou Civilizações Intraterrenas através de um livro de Yoga, de Caio Miranda.

Daí pra frente não sosseguei e pus-me a procurar, em várias livrarias, livros sobre o assunto.
Surpreendida, constatei que, em relação a outros temas, principalmente em português, existiam pouquíssimas obras.

Mas, como quem procura, acha, umas pedras preciosas foram por mim encontradas, pois minha curiosidade sadia e persistente levou-me a adquirir alguns exemplares.

E assim, de grão em grão, consegui juntar um pequenino acervo de informações, praticamente desconhecidas por nós, terrestres ou terráqueos ou terrícolas, habitantes da superfície.

Dentre eles, destaco 4 livros inconfundíveis que tornam o incrível, numa realidade inconteste.


Ei-los:
- Os Intraterrestres de Marie Thérèse Guincard e Pierre Paolantoni;
- Terra Oca de Raymond Bernard;
- A Raça Futura de Bulwer Litton;
- Mistérios do Roncador de Udo Oscar Leuckner.


A partir daí, quando esse assunto já se encontrava amadurecido em minha mente, a Bondade Divina presenteou-me com as primeiras mensagens, via mediúnica, sobre os Intraterrestres de Stelta.


E, como se isso não bastasse, no mesmo período, outro médium fazia viagem astral, visitando uma Comunidade Intraterrestre Submarina, ambas em dimensão vibratória acima da nossa civilização de superfície.


Das viagens astrais feitas por esses dois médiuns, surgiu nosso primeiro livrinho, portador de um título muito longo, capa nada bonita ou sugestiva. Entretanto, possuidor de um conteúdo extraordinário.


A partir daí, o assunto tornou-se corriqueiro dentro do GESJ, porque antes das mensagens ninguém o conhecia, inclusive os médiuns receptores das comunicações. A médium que adentrava na cidade subterrânea e que mais tarde soube ser Stelta, no Espírito Santo, achava que estava viajando para outro planeta e questionava muito sobre as viagens, um tanto confusa e indecisa. Dei graças a Deus, naqueles dias, por me haver aberto as portas de tão relevantes conhecimentos através de minha busca incessante.


Agora, passados tantos anos numa ligeira retrospectiva, vejo que a "discípula" devia estar pronta para a chegada das mensagens, grande revelação a ser divulgada para toda humanidade, uma vez mais antes do "Basta" final.


Para os grandes Iniciados de todas as épocas, os assuntos extraterrestres, intraterrestres e vida em outros planetas, faziam parte das suas pesquisas e estudos. Eram rigorosamente disciplinados e trabalhavam em grupos "hermeticamente" fechados.


Era a "luz do conhecimento", cuidadosamente guardada debaixo do alqueire. Hoje, essa mesma luz deve estar iluminando os quatro cantos do Mundo. "Veja quem tem olhos de ver".


Antes de encerrar esta Apresentação, quero deixar claro que, da firmeza das palavras, na hora certa para nós, do querido Mestre Ramatis, nasceu o livro: Cidades Intraterrestres: O despertar da Humanidade.


Eis as palavras do Mestre Ramatis (Kuthumi) sobre os Mundos Subterrâneos:


"... Já é hora de descortinar diante da humanidade terrena, a realidade dos fatos, e os fatos indicam a presença de vida, vida forte, vida evoluída nos mundos subterrâneos deste Orbe.
É hora de enfrentar o descrédito, a desconfiança, os medos e a ignorância e avançar como conhecimento sobre vossos povos.


O Universo é dinâmico e está em evolução; o tempo não para. O conhecimento e a evolução dos seres devem acompanhar o ritmo da vida.


Vossa humanidade encontra-se atrasada no conhecimento da presença de outras formas de vida existentes em diversos Mundos, distribuídos em vosso Sistema, em vossa Galáxia, em outras Galáxias e em outros Universos Paralelos ao vosso.


É hora de expandir consciências e o primeiro passo é informar-vos quanto à existência desses Irmãos.


Aproxima-se o momento em que "eles" estarão presentes, auxiliando o "resgate" de muitos encarnados e, é preciso que vossa humanidade esteja preparada para receber tal auxílio.


Que esperem vir dos céus mãos amigas para socorrê-los, mas que também esperem brotar da Terra corações afáveis para acolhê-los; que saibam, que por toda parte, onde deseja o PAI, a vida se manifesta, contrariando o pobre pensamento humano limitado em sua forma e em sua estrutura.


Não pensem que a mudança ocorrerá repentinamente, mas é preciso que o trabalho comece para que ganhe força, forma e corpo.


A vós, Grupo fiel de trabalho, que vindes ao longo desses anos recebendo e cumprindo nossas orientações, legamos esta tarefa de informar a vossa humanidade sobre a presença dos Seres Intraterrestres.


Mestre Ramatis=Kuthumi
03/12/1998
Recordo-me, neste momento, com a mente voltada ao passado, da vontade imensa de visitar uma região onde existia uma cidade subterrânea, localizada nos confins da Serra do Roncador em Mato Grosso, cuja entrada ou entradas eram guardadas pelos índios Xavantes, que naqueles tempos, eram bastante agressivos, inamistosos e arredios, tornando aquela região um lugar indesejável para forasteiros, curiosos e pessoas mal-intencionadas, segundo dizeres de Caio Miranda.


Creio, mesmo, que alguns caciques e pajés tinham conhecimento dos "mistérios", através das histórias contadas por seus antepassados envolvendo aquelas terras e a Serra do Roncador.


Pensei em visitar aquela região; mas, como alguém hoje, sem condições, que deseja visitar a lua.
O tempo passou rápido e, para o meu próprio espanto, vi-me, de corpo e alma, no dia 02/12/1998, ao meio-dia, sol tinindo em nossas cabeças, eu e mais quatro pessoas do nosso grupo, acompanhadas de um Cacique Xavante, por sinal muito simpático, educado e espiritualizado e mais o dono da caminhonete que nos transportou até a Aldeia. Ao todo, sete pessoas, sentadas numa pequena saliência da grande Serra do Roncador.


Tudo isso acontecia dentro de uma das cinco aldeias Xavantes, cujas casas ainda eram primitivas "ocas", dispostas em forma circular formando a "taba" e, no centro do círculo, uma área limpa para as reuniões administrativas, encontros e festas.


As mulheres não falavam português, mas, tanto quanto os homens e as crianças todos se vestiam a nossa moda; todavia, de maneira decente, ou seja, os vestidos eram franzidos na cintura, comprimento abaixo do joelho, gola alta e mangas.
Mas, como dizia, entoamos cânticos e fizemos preces, suplicando ao Senhor de Todos os Mundos a Paz para nosso pequenino Mundo.


O desejo impossível tornou-se realidade graças ao nosso "grande cacique": Ramatis.
Estamos apresentando uma realidade diferente, difícil de ser aceita por muitos e, mesmo, impossível para a maioria dos terráqueos. Acreditem ou não, ela existe. Isso faz lembrar-me das dificuldades que tiveram de enfrentar os imortais inventores e descobridores como Colombo, Pasteur, Santos Dumond, Madame Cury e muitas outras mentes iluminadas.


Encarar "pseudocientistas" é pior que enfrentar "magos negros" e feiticeiros. Aliás, aqueles devem ser discípulos destes, pois envenenam e manipulam as mentes humanas contra as Verdades Divinas, como se eles fossem os donos da verdade.


Naquela Aldeia, onde fizemos sólida amizade com aqueles irmãos, o Cacique e um outro índio sabiam da existência da cidade de Létha, bem como que existiam extraterrestres. Um dizia que viera "de fora e, o outro, afirmava que seu pai viera "de baixo".


Quem tiver olhos de ver, verá!...


Margarida
1° semestre de 2009
Margarida e o Comandante Setun Shenar, Vice do Comando Ashtar Sheran


Era final de 1997. Resolvi visitar Salvador-BA e, de lá, dar uma esticadinha até a Chapada Diamantina, que ainda não conhecia.


Seria um passeio ecológico, a fim de reabastecer as energias, pois estava administrando a construção do Abrigo Servos de Jesus (ASJ), desde fevereiro do ano anterior, e a obra mal havia terminado.


Levei comigo uma companheira médium, na esperança de receber alguma mensagem. Entretanto, sequer imaginava que o Pai Amoroso nos reservava grandes revelações, tais como: a existência de uma Cidade Intraterrena naquela região, que, tempos depois, soubemos chamar-se Okay; os "Três Dias de Escuridão" que a Terra enfrentará; algumas informações sobre a "3ª revelação de Fátima" e as dádivas do generoso Irmão das Estrelas, o Comandante Setum Shenar, Vice do Comando Ashtar, gentileza que me emociona até hoje, sempre que me recordo daquele crepúsculo de primavera, no topo do Morro de Pai Inácio, mais ou menos às 18h30, na primeira quinzena do mês de outubro de 1997.


Passados alguns anos, foi que compreendi o significado dos três presentes: o papiro, a chave e a pedra preciosa.
O papiro representava nossos modestos livrinhos, calcados todos em revelações;


A chave significava a abertura para a humanidade das informações e revelações pela porta da Internet, que são as mensagens semanais, as divulgações trimestrais e os poucos livros já publicados.


Finalmente, o cristal rosa de quartzo, espécie de amuleto que me protege, também, nas lutas no Astral Inferior e nas Regiões Abismais.


Todavia, o que mais me impressionou em relação ao Comandante Setum Shenar foi a revelação que recebemos dele numa segunda viagem à Chapada Diamantina, em outubro do ano seguinte.


Num lugarejo bem rústico, chamado Xique-Xique do Igatu, após a recitação do Mantra da 0h, numa pousada bem pobrezinha (e "bota" pobrezinha nisso), no sertão baiano, o que nos foi revelado foi de arrepiar: tomamos conhecimento da existência de Forças das Trevas e que os Reptilianos representam uma delas, algo que não sabíamos.


O assunto era, e continua sendo, tão sério e perigoso que o Comandante pediu-nos silêncio por uns tempos, até segunda ordem. E assim fizemos, até que ele nos deu sinal verde.


As duas primeiras mensagens, (...) elucidam bastante sobre as Confrarias desses irmãos das Trevas. Lendo com atenção o livro, percebemos claramente que o Irmão Setum Shenar é um "expert" na movimentada vida dos Reptilianos. ?
E, para encerrar, afirmamos que muita gente no Brasil, e no Mundo, "ama e adora" esses Seres Diabólicos, enquadrando-se naquele velho ditado: "O pior cego é aquele que não quer enxergar".


Margarida
(1923 - 2014)


GESJ - Fevereiro de 2010
Nota: Mensagem retirada do livro Comandante Setun Shenar
< http://www.extraseintras.com.br>






©2016 Solange Christtine Ventura

http://www.curaeascesao.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquise no Site por Assunto

AS 10 MAIS DO MÊS