30 de jan de 2017

O Dever da Desobediência Civil



“Se a injustiça é parte do atrito da máquina do governo, deixe-a ir, deixe-a ir: ela passa rápido, certamente a máquina vai se desgastar… mas se é de tal natureza que exige que você seja um agente da injustiça para outros, então eu digo, desobedeça a lei. Deixe sua vida ser uma contra fricção que vai parar a máquina. O que precisamos entender é que de qualquer modo não devemos servir ao mal que condenamos”. ~Henry David Thoreau

A obediência é a forma de espalhar a opressão.
Em outras palavras, qualquer forma de controle à nível coletivo só pode ser realizado através da obediência. Um ditador não pode prender ou matar uma população inteira. Ele precisa de servos estúpidos que façam o trabalho sujo. Este princípio se aplica a todas as formas e graus de controle sistemático, mesmo o mais sutil.

Os desejos de qualquer controlador só podem ser atendidos pela aceitação dos outros. E este tem sido o caso ao longo de toda a história (deles). O desejo de controle se torna um vírus impulsionado pelo medo, infectando mais e mais pessoas, até que haja alienados o suficiente para oprimir a própria população.


post-01-28-3

Este fenômeno não é apenas o caso de atrocidades em larga escala. Aplica-se a qualquer coisa que seja um impedimento à liberdade ou ao amor. Seja uma pessoa, grupo, sistema ou ideia.

Tudo é mantido pela crença. As leis são meramente palavras escritas no papel, legitimadas somente pela concordância coletiva. As leis precisam que as pessoas as respeitem. E se as leis são injustas (como a maioria é), aqueles que as fazem cumprir precisam submeter-se sem questionamento à autoridade e ir contra seu próprio entendimento interior.

A única maneira do controle e a opressão funcionarem em qualquer escala é através da aceitação. Muitas pessoas fazem o trabalho “do sistema” contra “o homem”. Este é o problema. A solução está na desobediência civil.

A Liberdade Não Pode Ser Concedida

“A liberdade não pode ser concedida. Ela deve ser tomada”. ~Max Stirner

Pedir a liberdade é um oxímoro. Se você precisa pedir liberdade, então você é um escravo.

Como a liberdade é tomada ? Com a simples decisão de ser o mestre do seu próprio corpo e mente.
É realmente tão simples assim, embora seja difícil de aplicar. É fácil culpar os outros pelos problemas, é fácil negligenciar a saúde e pensar: “o médico pode me curar”. Nós fomos condicionados à externalizar o nosso poder desde a infância. Fomos ensinados a não confiar em nós mesmos. Fomos ensinados a nos submeter à autoridade sem questionar.

Esta é a receita para um sistema de controle infectar furtivamente e lentamente uma sociedade (a ponta do pé totalitário).

Quando você atinge um grau de auto domínio, você não concorda com a vontade de pessoas autoritárias e/ou instituições destrutivas. O que leva ao próximo ponto…

Programação Baseada no Medo


“Os pioneiros de um mundo sem guerra são os jovens que se recusam a prestar serviço militar”. ~Albert Einstein

Os meios encobertos pelos quais a opressão toma conta é através da programação baseada no medo.
Artigo Relacionado: O Medo do Desconhecido

Se você mantêm as pessoas com medo, pode facilmente controlá-las. O medo ativa a parte do cérebro conhecido como amígdala (o centro de comportamento/motivação emocional) e inibe a função neocórtex (nosso “cérebro pensante”). Isto significa que a racionalidade e o intelecto são jogados fora pela janela, a situação perfeita para uma lavagem cerebral. Existe até mesmo um termo para esta resposta ao medo: “Sequestro pela amígdala”.
post-01-28-4

A mídia exerce um grande sequestro pela amígdala, perpetuamente programando a população para qual bicho-papão seguir. Este é um ritual maciço de programação baseado no medo, que insidiosamente condiciona populações inteiras à pensar e agir irracionalmente pelo medo. Tudo o que é apresentado na televisão é chamado de programação por uma boa razão.

Lembram do fiasco das armas de destruição em massa no Iraque em 2003 ? A ação militar dos EUA no Iraque e a desestabilização maciça do Oriente Médio (que continua até hoje) foi baseada nesta mentira. Não havia armas de destruição em massa. Mas o medo persistente do 11/9 (outra mentira) resultou em uma série de comportamentos irracionais e muitas pessoas acreditaram cegamente.
O holocausto ocorreu porque os soldados alemães foram completamente condicionados à executar ordens. Eles não cumpriam ordens porque gostavam, mas porque temiam a ira dos oficiais superiores, ou mesmo porque estavam condicionados a temer as pessoas judaicas. Estas abominações só ocorrem quando o medo é a força motriz.

O medo é difícil de definir. É escorregadio e totalmente ilusório (uma falsa evidencia parecendo real). No entanto, é a corrente subjacente de todas as emoções “negativas”. O medo é o que nos impede de dizer não ao mal. O medo pode realmente distorcer nossas percepções para apoiarmos o mal. Por isto que ele é tão perigoso.

Quando você cultiva o auto domínio, você é capaz de quebrar o ciclo. A propagação do medo para diante de você e é transmutada pela força onipotente do amor inflexível.

Amor em Vez do Medo

Existem duas forças motivadoras básicas: medo e amor. Quando sentimos medo, nos afastamos da vida. Quando sentimos amor, nos abrimos para tudo o que a vida tem para oferecer, com paixão, entusiasmo e aceitação. Precisamos primeiro aprender a amar a nós mesmos, em toda a nossa glória e nossas imperfeições. Se não podemos amar a nós mesmos, não podemos abrir totalmente à nossa capacidade de amar os outros ou o nosso potencial para criar.
“A evolução e todas as esperanças para um mundo melhor repousam no destemor e na visão do coração aberto das pessoas que abraçam a vida”. ~John Lennon

post-01-28-2

Esforce-se para escolher o amor em vez do medo em cada situação. Você nunca vai errar se agir com compaixão. Este é o fulcro da mudança e começa dentro de você.

A mudança que todos ansiamos ver no mundo só acontecerá na esteira de uma mudança fundamental na consciência de cada um de nós. Tudo o que vemos neste mundo, começa nos domínios do que imaginamos, antes de se tornar realidade.

A mudança começa no nosso interior e ondula para fora. Incorporar a mudança é o primeiro passo, o pré-requisito. Sem transformação interior, a humanidade permanecerá presa no mesmo carrossel de loucura.

Quando uma massa crítica de pessoas criar mudanças internas positivas, vai abrir portas que nunca poderíamos ter imaginado antes e fornecerá possibilidades muito além da nossa perspectiva limitada atual. As soluções surgirão espontaneamente.

Vá para o seu interior e pare o impulso do medo. Aprenda a ouvir e confiar em sua intuição. Tenha coragem de seguir o seu coração em vez de se acovardar e se curvar ao medo.
Coragem é uma palavra derivada de coração. A raiz etimológica da palavra coragem é cor, uma definição latina para coração. Em uma de suas primeiras formas, a palavra coragem significava “Falar para a mente de alguém, dizendo com todo o seu coração”. ~Brene Brown

A aceitação da destruição, do ódio, da opressão, da violência e do medo é covardia, enquanto a não aceitação é coragem. No fundo do seu ser, no seu coração, você sabe o que é certo.

Escolha o amor em vez do medo.

Tenha a coragem de coração e a liberdade de espírito para desobedecer as forças opressoras.
Seja a mudança.
©Stephen Parato
Origem: wakingtimes
Tradução e Divulgação: A Luz é Invencível ☼
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquise no Site por Assunto

AS 10 MAIS DO MÊS