3 de mai de 2017

Definição sobre a ORIGEM e EVOLUÇÃO do HOMEM.

ASCENÇÃO: Ascender é reconhecer nossa matriz divina e recuperar a consciência de quem realmente somos. O processo de ascensão é o nosso caminho de reencontro com Deus, ao mesmo tempo, que trazemos Deus para se manifestar em nossa personalidade. Ela é realizada quando o ser redime 51% da energia que foi mal qualificada por ele, tornando os 49% restantes mais fáceis de serem redimidos, já que a energia negativa não mais oprime o indivíduo. Quando é realizada a Ascenção, o ser já é Mestre da Energia e Vibração e passa a fazer parte da Grande Legião dos Mestres Ascencionados. Quando a Ascensão é completada já não é mais necessário a encarnação sobre a Terra. 

CICLOS CÓSMICOS DE EVOLUÇÃO: um Ciclo Cósmico é um período de 14.000 anos que compõe a Roda Cósmica. Ele é dividido em sete ciclos menores, durante os quais cada um dos Sete Raios é predominante por um período de 2000 anos. O propósito desses ciclos é proporcionar uma oportunidade na qual cada corrente de vida possa se desenvolver plenamente. 

No passado, um Avatar aparecia durante cada ciclo menor para adiantar a evolução da Raça. No presente Ciclo Cósmico, o Sexto Ciclo de 2000 anos começou pouco antes do nascimento de Jesus (o Avatar dessa Era e Peixes) e terminou em maio de 1954, quando o Mestre Ascencionado Saint Germain foi empossado Regente desta Era da Liberdade (Era de Aquário) marcando a abertura do Sétimo Ciclo. 


CRIAÇÃO: o Sol do nosso Sistema Solar é somente um dos Sete Sóis na Galáxia a qual pertencemos. Os sete planetas foram designados pelo nosso Sol com a assistência da Veladora Silenciosa, dos Elohins, dos Arcanjos e outros Seres Cósmicos. 

ESPÍRITOS GUARDIÕES: são Seres de Luz de outras estrelas e planetas que voluntariamente assistem os seres que evoluem na Terra (como exemplo: Sanat Kumara, que veio de Vênus para auxiliar a Terra). Sua missão é lembrar às correntes de vida sua Imortal Chama dentro do coração e a razão por que cada um se encarnou. 

FILHOS DAS SETE ESFERAS: antes da primeira encarnação as Centelhas de Vida (todos os espíritos) frequentam as Sete Esferas ao redor do Sol de seu Sistema, assimilando as Qualidades Divinas de cada Esfera (cada Raio Divino: Azul, Dourado, Rosa, Branco, Verde, Rubi e Violeta) e aprendem a usar a energia, empregando para isso tanto tempo quanto desejarem. Porém, através do livre arbítrio, elas permanecem mais tempo em uma Esfera em particular (isso dará a tônica predominante de sua evolução, formando assim o Raio ao qual pertencerá). Ao longo de seu desenvolvimento, a Centelha do Espírito deve estabelecer um equilíbrio entre as qualidades de seu próprio Raio e a os outros Seis, antes de atingir a Ascenção. 

NIRVANA: depois da Ascensão a corrente de vida continua a evoluir nos Reinos Mais Altos. O estado de Consciência depois da Ascenção é chamado de Nirvana. Isto pode ser aceito na Ascenção ou retardado em favor do Mestre que ascencionou se Ele desejar prestar maior serviço à Vida através da assistência a uma particular evolução ou planeta, como por exemplo, os Seres que compõem a Grande Fraternidade Branca em sua assistência ao planeta Terra. 
Os Seres que estão no Nirvana (ou Grande Silêncio), podem voluntária e temporariamente sair Dele para ajudar em determinado Momento Cósmico. 

PLANO DIVINO PARA CADA INDIVÍDUO: o Plano Divino é cada pessoa tornar-se um Mestre da Energia e Vibração, atingindo assim uma Consciência Superior e Realizando um Serviço à Vida. Este Plano Divino está contido dentro do nosso Sagrado Cristo Interno (EU SOU) e a sintonização com ele (através da expansão do EU SOU) conduz-nos à Perfeição, Mestria e Libertação. 

QUEDA DO HOMEM E A RESTAURAÇÃO DO PLANETA: sobre certos planetas, no Universo, estiveram almas que não se adiantaram o bastante para progredir com seus planetas e poder tomar parte da Iniciação Planetária. Pouco depois do Quarto Ciclo da sua Evolução, a Terra voluntariamente permitiu a estas almas se reencarnarem aqui para completar sua evolução. A intenção era que estes seriam influenciados pela Beleza e Perfeição da Terra, em vez disso,os habitantes da Terra deixaram-se contaminar pelos "retardatários", causando com isso sua queda do "Estado de Graça Espiritual" para a densidão da impureza. Quando os terrestres não deram mais supremacia a Deus, a Terra enfrentou o perigo da dissolução. Sanat Kumara, o regente do planeta Vênus, veio à Terra para liberar da Sua Própria Chama Trina a cota de Luz e amor necessária para sustentar o planeta, até que os seres da Terra progredissem o bastante para fazê-lo por eles mesmos. Ele permaneceu aqui por 4 milhões e quinhentos mil anos em um exílio voluntário de Amor, sendo liberado para voltar para Vênus em 1956, quando Lord Gautama assumiu o cargo de Senhor do Mundo. Sanat Kumara reassumiu seu Serviço Completo em Vênus mas continuou a dar assistência à Terra como Regente. 

RAÇAS-RAÍZES E MANUS: a evolução da humanidade é realizada através de Sete Raças-Raízes. Um Manu é um Ser perfeito que serve como um padrão para o desenvolvimento daqueles que pertencem a cada Raça-Raiz. O Plano original era que cada Raça-Raiz completaria sua série de encarnações em um Ciclo Cósmico de 14.000 anos, com o Raio de cada sub-raça predominando durante cada período de 2000 anos. 

Durante o Quarto Ciclo, os "retardatários" entraram na Terra, causando uma demora de muitos séculos no desenvolvimento da Quarta, Quinta e Sexta Raças-Raízes e abarrotando o planeta. A Sétima Raça-Raiz está começando a se encarnar agora.

Primeira Raça-Raiz: Raça Polar, habitou a Calota Polar Norte - Manu desconhecido

Segunda Raça-Raiz: Raça Hiperbórea, habitou a regiões boreais que circundam a calota Polar Norte (o atual norte da Ásia, Groenlândia, Suécia, Noruega etc., estendendo-se até as Ilhas Britânicas) - Manu desconhecido

Terceira Raça-Raiz: Raça Lemúrica, habitou o continente Mu ou Lemúria, vulcânica terra no Oceano Pacífico - Manu desconhecido

Quarta Raça-Raiz: Raça Atlante, habitou região onde agora se localiza o Oceano Atlântico - Manu: Deus Himalaya

Quinta Raça-Raiz: Raça Ária - Manu: Deus Vaisvasvata

Sexta Raça-Raiz: Manu: Deus e Deusa Meru
Sétima Raça-Raiz: Manu: Lord Sainthrhu e Lady Mercedes 

SETE ESFERAS: dentro e circundando o próprio Sol estão as Sete Esferas que contêm todos os Atributos da Divindade e compõem o Seu Corpo Causal. 

Primeira Esfera: é a Vontade de Deus, o próprio coração da Criação. É nela que todas as ideias são concebidas e dispensadas à Segunda Esfera. 

Segunda Esfera: é onde as ideias Divinas através da Sabedoria começam a tomar forma. 

Terceira Esfera: é onde estas ideias Divinas, nascidas na Primeira Esfera, dadas à forma na Segunda, recebem vida através do poder do Amor Divino. 

Quarta Esfera: é onde os Sagrados Cristos Internos de todas as correntes de vida recebem estas ideias e as projetam no mundo. 

Quinta Esfera: é onde as ideias conectadas com as descobertas científicas e pesquisa médica são transmitidas às consciências receptivas. 

Sexta Esfera: é onde a Inspiração Divina é derramada nos instrutores religiosos e naqueles que prestam serviço aos outros. 

Sétima Esfera: é onde as correntes de vida são inspiradas a se tornarem condutores individuais da Perfeição Divina. 

Fonte: Email

Pesquise no Site por Assunto

Sugestões de Pesquisa

Alienígenas, Animais, Arcanjos, Astral, Auto Ajuda, Câncer, Carma, Cachorros, Cérebro, Chama Violeta, Ciência, Cientistas, Cinema, Civilização, Compras, Contato, Crenças, Curas, Engenharia, Ensino, Esoterismo, ETs, Filmes, Gatos, Governo Oculto, História, Jornais, Lar, Livros, Medicina, Médicos, Museus, Musicas, Noticias, Neolinguística, Neurologia, OVNIs, Porto Alegre, Profecias, Psicólogos, Psiquiátria, Rádios, Religiões, Revistas, Saúde, Serviços, Tempo Tesla, TV Séries, Viagem, Viagem no Tempo, Viagem Astral.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AS 10 MAIS DO MÊS

Colunistas