7 de nov de 2012

Para Os Sementes das Estrelas...


A Federação Galáctica da Luz coordenou a vinda à Terra de espíritos que já vibram em frequências mais altas, para que sua presença aqui ajudasse Gaia a aumentar a sua própria frequência e assim facilitar a nossa ascensão com a proximidade do alinhamento galáctico (2012). Isto quer dizer que, nem todos que estão aqui – neste momento – são realmente daqui. Sementes estelares (SE) são aqueles cuja (digamos assim) ‘linhagem espiritual’ está ligada à dimensões (e planetas) que vibram em frequência mais alta do que na Terra e que vieram aqui neste momento de nossa história ‘semear’ estas frequências. Espalhados pelo globo estão milhares de espíritos vindos de toda parte da galáxia.




Embora eles tenham nascido aqui na Terra e fisicamente se assemelham a todos os outros humanos (com pequenas diferenças como, por exemplo, tem a temperatura corporal ser mais baixa que o normal) muitos não se sentem parte desse mundo. São geralmente pessoas solitárias pois não possuem (quase) nada neste planeta que lhes seja familiar. Muitos são até mesmo considerados a ‘ovelha negra’ da família por tamanha falta de compatibilidade psíquica, emocional, e social. Tendem a questionar a maneira como as coisas funcionam aqui na Terra desde cedo, muitos procurando respostas na metafísica e ciências holísticas. São fascinados pelas estrelas e sentem que seu lugar é lá no espaço, embora muitos nem se lembrem de onde exatamente vieram. Vir em missão à Terra é uma tarefa muito difícil pois a matéria em Gaia é tão densa que – assim como todos os outros espíritos aqui na Terra – as SE’s facilmente esquecem de suas raízes galácticas.

Por isso, muitas vem à Terra em total esquecimento mas, com o tempo, são forçadas a relembrar quem realmente são e à que vieram. No entanto, este tempo de ‘cegueira’ é sempre um período de grande aprendizagem, onde as lições recebidas irão, mais tarde, as ajudar em suas missões. Assim, no momento certo, SE’s começam a se lembrar de quem são, e passam por um processo de transformação em que se reconectam às suas raízes, realinham seus chacras, se fortificam. A maioria delas carregam consigo um gene para a recodificação e ascensão que, uma vez ativados, permite uma melhor conexão com seres em outras dimensões. Estes servem como guias, mantendo as sementes estelares focadas em suas respectiva missões. Este gene também permite um melhor entendimento dos bloqueios emocionais que as prendem à ‘escuridão’ que é esta realidade e que devem ser quebrados antes de iniciarem suas missões.

A duração deste processo de transformação varia muito, podendo levar de vários anos à alguns meses. Após este processo, as SE’s estão prontas para dar início às suas missões. Embora estas missões sejam muito variadas, a grande maioria vêm à Terra para ANCORAR suas energias no planeta e, por consequência, facilitar que todos aqui se ‘contaminem’ com estas frequências mais altas e progressem . Além disso, muitos ainda vêm com o propósito de CONSTRUIR ou modificar várias áreas da sociedade, criando estruturas e organizações mais compatíveis com a nova era. Estes são visionários, determinados a trazer melhorias que promovem o bem estar e alinhamento com as novas energias. Outros vem com o propósito de simplesmente observar os acontecimentos na Terra neste importante momento histórico. Estes vem coletar informações para seus planetas de origem ou simplesmente gravar este momento na história para a posteridade.

Alguns poucos também vem com a missão de GUIAR espíritos aqui encarnados, que saíram de seu caminho, à continuar sua evolução espiritual. Muitas SE’s seguem suas missões de forma muito natural, sem ao menos notar que já estão contribuindo à este momento histórico em Gaia. Outros sabem claramente, mesmo que por sincronicidade, quando precisam ancorar suas energias em algum lugar no planeta ou direcioná-la especificamente a alguém e porquê. É muito comum que os verdadeiros ‘pais’ da semente estelar, os que vivem em outras dimensões e civilizações, sejam os guias dela na Terra. Para manter seus laços familiares com aqueles que estão aqui na Terra, muitas SE’s têm experiências na infância em que foram visitados ou até mesmo temporariamente abduzidos. E é também por causa desses laços familiares que muitas espaçonaves são flagradas orbitando a Terra:suas famílias estão aqui e por isso tem um enorme interesse em observar a ascensão de Gaia. Sementes estelares que aqui estão vieram em diferentes ‘levas’, cada uma com objetivos concretos.

A primeira leva de SE’s veio à Terra por volta dos anos 50 e 60. 


Estes não se sentem nada à vontade aqui pois não podem suportar a violência, desrespeito, desigualdade e principalmente a negatividade tão abundantes aqui na Terra. Estes espíritos vieram para começar a mudar a maneira como as coisas são feitas aqui, começar a ‘semear’ novas idéias e, assim que descobrem suas origens e missões, passam a cooperar (embora muitos não tenham se adaptado às cargas emocionais das pessoas no planeta). A primeira leva é composta por pioneiros, seres que tem por objetivo apontar o caminho não só para a humanidade como também para as levas seguintes.
<!--[if !supportLineBreakNewLine]-->
<!--[endif]-->
A segunda leva de SE’s veio à terra entre os anos 70 e 80. 


Estes vieram antenar, canalizar, e gerar as energias e frequências necessárias para ‘contaminar’ não só o planeta como as pessoas à sua volta. Estes não experienciaram nem a metade dos problemas que a primeira leva experienciou pois já chegaram aqui em um mundo ligeiramente mais equilibrado. SE’s da segunda leva vibram em uma frequência tão alta que é clara a influência positiva que eles tem sobre as pessoas à sua volta. Uma característica interessante desta segunda leva é que a maioria não deseja (e alguns até repudiam a idéia de) ter filhos. Isso porque, mesmo que inconscientemente, sabem que gerar tais laços em uma dimensão tão densa como a da Terra pode acarretar no acúmulo de carma, preferindo então não prejudicar sua evolução espiritual. 

A terceira leva de SE’s vem à Terra desde os anos 90. 
Estes são considerados um ‘presente’ para o nosso planeta. Possuem uma energia bem diferente das outras duas levas e já chegam aqui recebendo menos influência da densidade terrestre. Assim, tem boa parte de suas memórias preservadas, lembrando mais facilmente de quem são e à que exatamente vieram. Muitos já encarnam aqui com suas 6 hélices de DNA já conectadas, como uma nova espécie humana já preparada para a transição. A Terceira leva guiará o mundo à nova era. Sementes estelares estão aqui fazendo a sua parte, contribuindo para a ascensão de Gaia e da humanidade. Seja você também parte desta mudança!

<!--[if !supportLineBreakNewLine]-->
<!--[endif]-->

Pesquise no Site por Assunto

AS 10 MAIS DO MÊS