10 de mai de 2013

Atraves das Vozes Celetiais, Um Trabalho Bem Feito



Através das Vozes Celestiais

10 de Maio de 2013       


QUANTOS ESTAVAM COM JESUS?
DETERMINANDO VALORES
ALCANÇANDO A CONSCIÊNCIA CRÍSTICA

Estamos felizes em lhes dizer que o apelo para a tradução do Manual da Reencarnação dos Mestres para o Português, está concluído agora. Os leitores do boletim que apóiam este trabalho desde o nosso último reconhecimento público, são: Julia Banks, Dharanish Javaregowda, Luciana Patrocínio Franceschi e Ping Li. Agradecemos a estes doadores e a todos que já fizeram doações, pela sua generosidade em ajudar a difundir o ensinamento dos Mestres, da forma mais ampla possível.
Uma nota: Depois de descobrirmos que o Português falado pelos Brasileiros é diferente do de Portugal, escolhemos a variedade brasileira, por causa do número de Brasileiros que escrevem aos Mestres regularmente.

Com a conclusão das traduções em andamento, além daquelas já em mãos, teremos abrangido cinco idiomas. Estamos agora dando uma pausa aos apelos semanais neste boletim – embora se vocês quiserem apoiar os Mestres, a sua doação será encaminhada para a próxima tradução. Começamos a receber uma tradução chinesa em curso e lhes permitiremos que saibam como estamos prosseguindo ao longo do tempo. Novamente, agradecemos a vocês que fizeram doações para este trabalho. Os livros estão disponíveis gratuitamente em nossa livraria (*). Vocês têm a permissão de copiá-los, mas não de vendê-los. (Todos estão protegidos por direitos autorais).


(*) Nota Stela - encontrei o link, mas ainda não está disponível a tradução para o português.

O tema da primeira carta aos Mestres nesta semana tem incomodado frequentemente os hipnoterapeutas. Por que é que mais de um cliente, ao acessar detalhes de vidas passadas, afirmou ter sido o mesmo personagem histórico? O Neozelandês que escreve sobre isto aos Mestres cita Maria Madalena como uma pessoa a quem muitos reivindicam ter sido em uma vida anterior. Tivemos experiências semelhantes com a Rainha Elizabeth I. A resposta dos Mestres é uma daquelas respostas clássicas do Outro Lado. Eles dizem que há uma explicação perfeitamente adequada.

A segunda questão, da Grã-Bretanha se refere a uma passagem dos padrões de excelência de uma mãe para os seus filhos. A correspondente usa o termo “valores”, que passou a significar algo muito específico na área política Americana. A escritora encara o amplo espectro da crença nos padrões sociais. Os Mestres expressam uma atitude muito diferente.

A terceira questionadora, dos Estados Unidos, responde aos comentários anteriores dos Mestres que a Consciência Crística se refere não a uma pessoa específica, mas a um estado em que a alma ascendeu da dimensão Terrena, egoísta e onerada pelo julgamento para o amor incondicional do ser, na presença da Fonte de tudo. A discussão pelos Mestres contribui para a nossa compreensão deste estado de ser. Estas questões são respondidas na página de Mensagens (abaixo).

Luz, Amor e Risos

Toni e Peter.

http://www.mastersofthespiritworld.com/


AS PERGUNTAS

QUANTOS ESTAVAM COM JESUS?

PERGUNTA: Mestres, vocês poderiam me explicar o fenômeno na Terra agora de muitas mulheres e alguns homens que têm recordações de vidas passadas de ser Maria Madalena. Eu encontrei uma senhora que fez uma meditação comigo, que compartilhou isto comigo. “Eu meditei na noite passada e vi onde estava na época de Yeshua. Eu o vi como uma mulher que conhecia Maria Madalena e Jesus. Você costumava ir aos seus sermões e pregações e o ouvia. Você quis conhecer melhor Jesus e flertou com ele afrontosamente, como (você o fez) com outros homens na aldeia – alguns deles até chegaram a ficar irritados”. Ela estava vendo a verdade? – S, Nova Zelândia

RESPOSTA: Jesus veio à Terra para ser um mostrador do caminho. Ele demonstrou como era possível que alguém vivesse a sua vida usando o livre arbítrio e as habilidades que eles intrinsecamente possuem como uma parte separada da Fonte. Este foi um momento muito importante na evolução da humanidade. Muitas almas desejaram estar presentes na energia em que Jesus compartilhou livremente com aqueles com quem ele passou a vida cotidiana. As almas queriam ver se elas seriam capazes de compreender os seus ensinamentos e passarem para a iluminação enquanto lutavam com a amnésia com a qual elas vieram.

Não existe tal coisa como o passado, o presente ou o futuro no reino não físico. O tempo, como vocês o conhecem, existe somente na Terra, porque é a progressão do planeta ao redor do sol. Em seu estado essencial do amor incondicional, vocês podem escolher estar em qualquer lugar, a qualquer momento. Sua presença consciente como um ser humano é o ponto no tempo físico em que vocês escolhem se concentrar.

Você, pessoalmente, nunca passou uma vida inteira com Jesus, mas escolheu descer e passar um ano, durante o qual ele estava fazendo o seu ensino. Maria Madalena, naturalmente, estava lá, bem como muitos discípulos. Você quis, desesperadamente, ter alguma parcela do amor incondicional que sentia emanando de Jesus e, literalmente, atirou-se sobre ele, para ser capaz de passar algum tempo naquela energia.

Você está perguntando o que significa “passar um ano”?

Os cenários que estão se desenrolando na Terra são como peças. Cada parte é geralmente desempenhada por uma única alma que deseja aprender as lições. Ocasionalmente, quando há uma ocorrência realmente significativa, as almas irão tomar o lugar de um ator, de modo que elas possam ter a experiência. Desde que não há tempo na existência não física, todas as vidas estão em curso, em todos os momentos. Como gravações em um CD, vocês podem tocar qualquer música, ligando o som, ou neste caso, concentrando-se em um evento particular que lhes permita se tornarem uma parte dele.

Assim como você tinha escolhido experienciar aquele período na história passada da Terra, muitas outras almas escolheram aquele período também. Algumas reencenaram toda a vida e outras fizeram uma revisão por uma quantidade pequena ou média de tempo. Por esta razão, o que parece ser memórias compartilhadas.

DETERMINANDO VALORES

PERGUNTA: Mestres, sou uma pessoa muito orientada para a família e fiz tudo em meu poder para criar os meus filhos com valores. Parece-me agora que estes mesmos valores estão operando contra os meus filhos. Sua abertura e confiante natureza lhes trouxeram a dor, em vez de alegria. Há definitivamente, uma mensagem aqui e eu sou incapaz de compreender isto. Para quem é esta lição: para mim ou para os meus filhos? Qual é a lição? – Geetu, Reino Unido.

RESPOSTA: Você criou para os seus filhos um conjunto de sistemas de crenças. Isto é o que você chama de seus valores. Estes princípios podem funcionar para você nas situações que você enfrentou, mas podem ser inapropriados para os seus filhos. “Valores’ significam que um grau de coisas certas e erradas foi decidido. O julgamento é a lei da mente do ego. Sempre que o ego está envolvido, há uma competição para ver quem é o melhor do que todos os outros.

Se você ensinou aos seus filhos a confiar em todas as pessoas, você os configurou para que as pessoas tirem vantagem deles. Além da confiança, deve-se ser capaz de sentir a sinceridade e a honestidade de uma pessoa. A confiança cega pode ser perigosa. Não é errado lhes ensinar a querer confiar em todas as pessoas, mas eles devem aprender em primeiro lugar a avaliar se a pessoa é confiável.

A abertura é outra característica que oferece a vulnerabilidade ao inescrupuloso. Uma pessoa não precisa saber tudo sobre você e os seus negócios, a menos que você esteja certa de que a informação não será usada para tirar proveito. Você não usaria os números do seu cartão de crédito na frente de sua camisa. Se estiver convencida de que um amigo precisa de alguma ajuda, você poderia conceder a informação para uma única transação.

A lição aqui é que, enquanto você está tentando preparar os seus filhos para viver uma vida de relacionamentos estáveis com outros, você precisa se lembrar de que ainda está vivendo em um mundo dualista, onde a quantidade de negatividade é igual a toda a energia positiva que você está buscando.

Adapte as suas crenças e ações, com base nas circunstâncias em que você se encontra exposta. Este é um bom exemplo de viver no agora – estar consciente de tudo ao seu redor.

ALCANÇANDO A CONSCIÊNCIA CRÍSTICA

PERGUNTA: Mestres, vocês disseram que a Consciência Crística é um “estado em que a alma ascendeu da dimensão terrena egoísta, oprimida pelo julgamento, para o amor incondicional de ser, na presença da Fonte de tudo”. Minhas perguntas são: Como isto pode ser feito enquanto vivemos em um corpo humano, tendo uma vida terrena relativamente normal, com todas as suas responsabilidades ligadas à sobrevivência, ao eu e aos outros? Este estado pode ser mantido? Os seres humanos que fizeram e fazem isto estão atualmente vivos? Qualquer ser humano é capaz disto, ou somente aqueles que superaram as suas lições? Qual a porcentagem dos seres humanos que são capazes disto? – Christina, Estados Unidos.

RESPOSTA: Sim e não. Depende do que você chama de uma vida normal na Terra. Se você precisa julgar tudo, classificar tudo e competir para se tornar melhor do que os outros, a resposta é, claramente, não. Se estiver consciente da dinâmica do julgamento do mundo, mas escolher apenas observar e não participar, e então viver com base em uma avaliação do que precisa, em vez de no julgamento, a resposta se torna sim.

A jornada da alma é uma viagem solitária. Você não tem responsabilidade para com ninguém, a não ser por você mesma. Seu propósito é aprender as lições que você escolheu e então se lembrar quem você é, e ser capaz de usar os seus poderes para desfrutar da experiência humana. Você pode fazer isto e ainda se oferecer para ter responsabilidade por outras coisas, criaturas e negócios humanos. Você pode cumprir estas obrigações escolhidas no julgamento ou na avaliação.

É muito difícil viver através da qualidade do amor incondicional da quinta dimensão, ao mesmo tempo em que na dualidade do mundo competitivo do mundo da terceira dimensão. A maior parte das almas que alcançou a Consciência Crística durante a sua existência humana acha difícil manter isto constantemente, porque elas estão ainda vivendo na terceira dimensão. É possível estar neste estado por períodos prolongados do tempo, se elas se afastarem do constante contato com o ego.

Aqueles que o fizeram por longos períodos de tempo não encontram necessidade de permanecerem na Terra, porque eles não estão participando da dualidade, que é a razão normal de terem vindo à Terra. Eles, geralmente, escolhem ascender, deixando a casca do seu corpo no planeta e absorvendo a sua essência no amor incondicional.

É impossível lhe dar um número por causa das constantes idas e vindas. Uma vez que uma alma reconheça quem ela verdadeiramente é, ela poderá alcançar a Consciência Crística, assim, teoricamente, qualquer um pode fazê-lo. Isto, geralmente, somente vem depois que todas as lições são concluídas – tanto as da vida atual, quanto as não concluídas do passado.


 Direitos Autorais:
 http://rayviolet.blogspot.com/2013/05/ask-masters-07-may-213.html
 http://violetflame.biz.ly
 Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br   



x

Sugestão do Editor.

AS 10 MAIS DO MÊS