19 de mai de 2016

Sistema Braille

De acordo com dados do Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) existem no país 6,5 milhões de pessoas portadoras de deficiência visual, equivalente a 3,5% da população, sendo 582 mil cegas e 6 milhões acometidas apenas por deficiência visual, classificada como baixa visão.

 O sistema foi criado por Louis Braille, um jovem francês que ficou cego aos 3 anos de idade, e cuja invenção mudou a vida de milhões de pessoas em todo o mundo, segundo Regina Fátima Caldeira de Oliveira, coordenadora da Revisão Braille da Fundação Dorina Nowill para Cegos. Com o Braille, “os cegos ganharam maior independência, autonomia e segurança, fatores indispensáveis à autoestima do ser humano”, declarou a coordenadora. (Agência Brasil).





ALFABETO EM BRAILLE( cada letra é representada por pontos, são diferenciadas por sequências dentro de 6 posições. ex: "A" = 1 "B"= 1 e 2 "C"= 1 e 4. A sequência é contada na vertical : 1  4
                                                       

                                                                          2  5
                                                                                                                                 3  6
José Alvares de Azevedo

O Dia Nacional do Braille foi instituído através da lei nº 12.266, aprovada em 21 de junho de 2010. A data escolhida foi 8 de abril, em homenagem ao dia de nascimento de José Álvares de Azevedo, o primeiro professor cego brasileiro, que estudou o método em Paris e depois difundiu no Brasil, recebendo o título honorífico de "Patrono da Educação dos Cegos no Brasil".


                                                                       Louis Braille

Natural de Coupvray, pequena aldeia a leste de Paris, Louis Braille nasceu em 4 de janeiro de 1809. Ficou cego em 1812, aos três anos, após se acidentar na oficina do pai. Ao tentar perfurar um pedaço de couro com uma sovela, aproximou-a do rosto, e acabou por ferir o olho esquerdo. A infecção se expandiu e atingiu o outro olho, deixando-o completamente cego. Para desenvolver um sistema de leitura e escrita para pessoas cegas, ele utilizou como base o sistema de Barbier, utilizado para a comunicação noturna entre os soldados do exército francês. Em 1837, Louis Braille apresentou a versão final do sistema que, embora tenha levado algumas décadas para ser aceito na França, antes do final do século XIX já havia se difundido pela Europa e por outras partes do mundo.

Sistema Braille Baseado na combinação de seis pontos dispostos em duas colunas de três pontos, o Sistema Braille permite a formação de 63 caracteres diferentes, que representam as letras do alfabeto, números, simbologia aritmética, musicografia e, recentemente, da informática. Esse sistema se adapta a leitura tátil, pois os pontos em relevos devem obedecer à medida padrão, e a dimensão da cela braille deve corresponder à unidade de percepção da ponta dos dedos.



O método Braille propicia educação, habilitação, reabilitação e profissionalização para a pessoa cega. Além da conquista da alfabetização, ele significa acesso ao conhecimento científico, literário, filosófico, tecnológico e, acima de tudo, a inclusão na sociedade, pois a falta de acessibilidade foi o que sempre comprometeu a capacidade de interpretação e atitudes dos deficientes visuais ao longo da história.

E ai, estão craques? A partir de agora não achamos que BRAILLE, são apenas pontinhos em alto relevo...rs

Ahhhh, não poderia finalizar o post sem mostrar a minha homenagem a todas as pessoas cegas que tenho uma admiração imensurável, em especial Profº João Prazeres, Coordenador da Educação Especial da Bahia.

Tatuagem feita no antibraço, escrito RESPEITO simbolicamente em BRAILLE..


                                        (desculpa a resolução da foto, mas é imagem do celular)

Compartilhe com seus amigos, imprima, copie o link, envie por e-mail.


Facebook Addthis Amazon AOL Mail Baidu Facebook Messenger Copy Link Email Gmail Google+ LinkedIn Myspace Outlook Print PrintFriendly Pinterest Twitter WhatsApp

Voltar

Pesquise no Site por Assunto

AS 10 MAIS DO MÊS