4 de set de 2016

Estratégias para a Nova Era.


A Lógica e a Razão como base da ação


Resultado de imagem para imagens sobre o caos planetario
Recebemos muitos e-mails perguntando se agora é o fim dos tempos e o que isso realmente significa para todos nós.Morreremos todos? O mar vai subir? O planeta vai acabar? E as guerras? Será que algum ditador vai tomar o planeta por completo? E a água potável, vai mesmo acabar? Há alguma chance deste planeta ser destruído completamente?Muitas são as previsões catastróficas e muitas são também as más interpretações sobre elas. Não nos cabe ficar meditando sobre qual destas previsões estão corretas ou não. Isto só fará com que elas fiquem mais fortes, o que aumenta a chance de ocorrerem.

O que realmente pode mudar este quadro horroroso previsto para a Terra, é o seguinte:

1 – Estamos vivendo a” Batalha do Armagedon” no aqui e no agora. Não espere algo deste tipo no futuro.

2 – O Armagedon se tornou muito mais físico, desde 11 de setembro de 2001. 

Não pela guerra em si, mas pela consciência mundial, que mostrou que todos os níveis e camadas sociais do mundo estão vulneráveis a esta guerra.O mundo inteiro acordou para uma guerra entre o bem e o mal, e mesmo sem tomar partidos, seja você quem for, Armagedon é uma guerra entre os filhos da luz e os filhos das trevas.

Não pensem que é uma guerra entre o Céu e a Terra, ou entre “Deus e os demônios” . Entendam que os filhos da luz podem vencer se chamarem os “exércitos do Céu” para lutar a batalha, mas esta é uma guerra de quem vive nos quatro planos inferiores da matéria.

Esta guerra realiza-se totalmente nos quatro corpos inferiores da Terra e nada tem a ver com o etéreo. Ela é, e está, na memória, no mental, no emocional e no físico, por isto ninguém sabe com certeza, se este ou aquele é bom ou ruim, pois tudo se trava em um mar de ilusões( “maya”).

A certeza é uma só. Os nossos aliados, aqueles que podem nos ajudar a vencer esta guerra, não estão na Terra, na Água (astral), no fogo ou no Ar. Os nossos aliados,(que não são salvadores) são os que vêm do Éter (fogo de altíssima vibração), o quinto elemento( Plenum Cósmico/Deus e seus anjos de Luz, Os Mestres Ascensos e seres de alta estirpe sideral)

Os enviados da luz etérea vêm para a batalha, quando são chamados pelos despertos e espiritualizados, e eles sempre vem em corpos sutis,diferentes desses corpos de terceira dimensão e podem aparecer nas mais diversas circunstâncias, basta o ser humano estar vibrando naquela frequência deste Ser.

3 – Podemos fazer a diferença nesta guerra. Mas para que isto se realize, é preciso:

a) – Buscar o contato com a Presença do EU SOU diáriamente e entregar-se, submeter-se a esta Presença de Luz. Isto é – Amar incondicioanlmente tudo e todos, acima de todas as coisas.

b) – Invocar a Chama Violeta  para consumir com o carma planetário, aliviando as energias negativas que estão sobre nosso planeta.

c) – Buscar elevar a nossa consciência estudando os ensinamentos das escolas de mistério, do Cristo Cósmico na Terra e buscando contato constante com o nosso  Eu Superior ,o Cristo Pessoal.

d) – Fazer jejum um ou dois dias por semana e /ou se alimentar de vegetais, frutas, castanhas, legumes e cereais integrais, deixando de comer as carnes de animais, aves e peixes e produtos industrializados/transgênicos/contaminados por agrotóxicos e químicas.

e) – Pedir intercessão divina em todos os lugares que acharmos necessário, sem qualquer crítica, condenação ou julgamento. Confiar e entregar ao Plenum Cósmico / Deus/Criador, implorando sua intercessão imediata onde quer que haja desordem e tumulto, desarmonias 
e impurezas, dor e sofrimento, ódio e maldade.

f) – Buscar a elevação da consciência através a oração espontânea,sincera, contínua.

g) – Invocar a ação harmonizada da Mãe Divina /Gaia/aspecto feminino do Criador, pedindo a purificação para si e para todo o planeta Terra.

h) – Pedir ao Criador que liberte os elementais do fogo, do ar, da água e da terra de toda e qualquer submissão ao mal. Os cataclismos naturais são conseqüência do carma coletivo do planeta e se libertarmos os elementais, poderemos amenizar muito este sofrimento.

I) – Manter em mente que a Palavra é Sagrada. A palavra é a manifestação da energia divina e precisa ser respeitada e sempre utilizada para falar positivamente, até mesmo na formação das frases mais comuns de nosso cotidiano.

J) – A Palavra precisa ser utilizada todos os dias para falar com o Plenum Cósmico/ Deus e seus anjos de luz, com os Elohim e os Mestres Ascensos, com os elementais de luz e com a nossa Mãe Divina.

K) – Manter sempre a mente e o coração com a esperança positiva de que todo o mal que nos aflige nesta “Batalha do Armagedon,” pode ser e será, eliminado da Terra. O medo atrai a destruição e fortalece o mal que nos aflige.

L) Buscar a comunhão com Espírito Santo, pedindo a sua intercessão na união dos filhos da Luz.

Resultado de imagem para imagens sobre o caos planetario

4 – É a Vontade de nosso Pai Celestial, que este planeta Terra seja a moradia da Nova Era Aquário.Esta nova Era de Aquário é regida por mudanças e profundas transformações de todas as ordens;Os nossos mentores espirituais, as Equipes da Luz,carregam a chama do amor do Espírito Santo, a chama da liberdade e da justiça. No momento vivemos as dores do nascimento do parto da era de aquário. A Era de Aquário será uma era de amor e iluminação, justiça e liberdade.

5 – Sabendo que a Era de Aquário é a Era da liberdade e do Amor divino, podemos ter certeza de que triunfaremos sobre o mal. A Justiça será feita com a elevação de nossas consciências, o que elevará o planeta como um todo.

6 – Nosso lema é: “Seja feita a evolução que já estava prevista,que seja realizada – Assim será na  Terra,já que é assim no Céu -” 

7 – Os seres das trevas tentarão levar o maior número de filhos da luz com eles para a “segunda morte”, mas na realidade, eles é quem estão morrendo de medo de” morrer”. Eles sabem que é chegada a hora deles. Eles querem que todos acreditem que o fim do mundo é agora, e para todos, mas a verdade é que agora é o fim do mundinho deles. O pequeno mundo dos que não acreditam e não seguem ás Leis do Universo ,inexoráveis ,do bem, da justiça, da Luz .

8-A Remissão está no aqui e no agora, onde todos estão tendo a oportunidade de seguir a luz e libertar-se das garras do mal.O que existe de real e verdadeiro na falsa hierarquia do mal e seus seguidores? Nada. Nada é a resposta! Assim, quanto mais ilusões físicas existirem na Terra, quanto maior será a destruição desta ilusão materializada.

9- – A Vinda do Cristo Cósmico será diferente da vinda de Jesus. O Cristo, agora, se manifestará através de muitos de nós, mundo a fora. Veremos o Cristo Interno atuando em todos os cantos deste mundo, oriundos de todas as oito grandes religiões do planeta e de todas as raças – Judaísmo, Budismo, Cristianismo, Hinduísmo, Confucionismo, Islamismo, Taoísmo, e Zoroastrismo.

10 – Como em toda batalha, sim, muitos filhos da luz, aqueles que acreditarem nas mentiras da falsa hierarquia,cairão e serão tomados e derrubados e perderão a maravilhosa oportunidade que agora se abre de vivermos lado a lado com os Mestres de luz na nova Era que surge.

11 – A união faz a força. O lema dos Mestres Ascensos é: “Um por todos e todos por Um” Precisamos orar para que os nossos irmãos na Luz do Plenum Cósmico/ Deus que é Invencível que sempre vence, sempre venceu e sempre vencerá, sejam libertados das garras do mal e da ilusão, e levados para os ensinamentos da Luz divina e esclarecedora.

Resultado de imagem para imagens sobre a verdade

Só o conhecimento da verdade liberta; À Vitória, Sempre com a Verdade

A libertação dos Filhos da Luz, para que eles possam se juntar a nós nesta batalha, ajudando-nos a invocar o poder de transmutação do fogo do éter divino, é o que pode fazer a diferença, é a coisa mais importante do momento. São Miguel e as Legiões da Luz, Consciência Crística, Maitreya, Gautama Buda, Sanat Kumara, São Miguel e todos os seres cósmicos que os seguem nesta grande luta pela verdade da libertação da humanidade, viajam pelo cosmos livremente e na velocidade da luz,não confundi-los com nossos irmãos extraterrestres,que também estão evoluindo na Senda do Pai.

Os impostores da luz, a “Matrix do Bem”,  atuam única e exclusivamente nos corpos inferiores, nada tendo de real no plano do éter divino. Estes falsos ensinamentos dizem para que os despertos invoquem falsos nomes e atentem para falsos ensinamentos com ares de bondade e “conformismo do bem” , ao invés de nos orientar para a ação e reação necessária para a mudança definitiva.

12 – Os cataclismos naturais, não são obra da natureza. Nossa Mãe divina jamais nos enviaria tal destruição. Estes cataclismos são o retorno da Lei de Causa e Efeito, inexorável ,nossas ações coletivas irresponsáveis. Não existe fuga no sentido de subir uma montanha, sair da costa do mar para viver no interior, entre outras idéias milagreiras.

Resultado de imagem para imagens sobre profecias

PREVISÕES

Nós sabemos que elas são o assunto preferido de todos vocês. Nós também sabemos que elas estão sendo usadas para elevar as esperanças da humanidade desta vez; sabemos que nessa categoria caem também “avisos terríveis”. E esses são usados exatamente para o efeito oposto.

Algumas das previsões mais fantásticas que parecem positivas, na realidade, são usadas porque aqueles que começam a imaginá-las, serão levados a um grande desapontamento E ISSO JÁ ESTÁ ACONTECENDO. Vamos discutir tudo isso.

Primeiro vamos definir o que pode ser uma previsão real. De uma perspectiva, uma previsão real sómente pode ser uma extensão para o futuro dos possíveis efeitos das causas atuais. Por exemplo, se se vê uma pessoa estudando diligentemente, seria razoável prever que em algum ponto essa pessoa pode encontrar o sucesso. Se se vê uma pessoa participando de uma atividade que a sociedade considera indesejável seria razoável assumir que a sociedade poderia escolher puni-la.

O que estamos escolhendo discutir hoje são os mesmos fenômenos estendidos ao reino dos efeitos das causas que seriam tão grandes, tão generalizados e tão afastados da manifestação imediata que o efeito em si pareceria desconectado e, portanto, imperceptível no presente.E também incluiria causas tão generalizadas que mal se poderia ver nosso próprio papel nelas. Também incluiria a incrívelmente grande quantidade de causas que um ser individual acumula durante as muitas vidas, o que nós chamamos retrógradamente de karma. Normalmente  sómente pensamos nisso como uma coisa negativa. Os despertos ficariam surpresos ao ver a imensa quantidade de “karma positivo” que muitos de nós acumulamos

E agora pensem em uma quantidade ainda mais fantástica de causas positivas que têm sido depositadas no “cofrinho da humanidade” por todos nós. E tudo isso está apenas aguardando para ser liberado por alguma chave mágica.Bem, essa é exatamente a situação em que nosso mundo está agora. E a pergunta em nossas mentes é: “O que é a chave? ”. A resposta será bastante surpreendente; Nós somos a chave.

Agora, nós começamos por dizer que uma previsão dependia das causas delas não mudarem. E a causa de manifestarmos o mundo que nós desejamos tão ardentemente é a nossa própria elevação para uma consciência vibracionalmente superior;nós nos imaginamos depois de todo esse período e depois de toda dor e do esforço que nós colocamos mudando a trajetória de nossas vidas? Claro que não. Então, qual é a nossa previsão para o futuro?

Atualmente há profetas de plantão pessimistas entre nós. É isso que  achamos que a humanidade criou? Se alguém quiser isso, ele pode ter. Se ele escolhe acreditar, ele terá de alguma forma.Felizmente também está aumentando o número de pessoas que imaginam um mundo muito melhor do que qualquer um de nós não temos  qualquer lembrança de experimentar. Um número cada vez maior se empenha em viver essa esperança diáriamente. Repito;É isso que  achamos que a humanidade criou? Se escolhermos acreditar,  teremos de alguma forma.NÓS CRIAMOS A NOSSA REALIDADE;entendem como funciona? Todos nós somos co-criadores das realidades que  fazemos e que iremos ver.

Não faz muito tempo que essa parecia uma declaração ridícula de se fazer. Mas hoje ela não causará espanto em muitos dos lugares. Podemos ver  como já fomos longe.E então, de volta ao assunto de previsões. Nós sentimos que as previsões que nós fazemos honestamente, sinceramente e pelo bem de todas as pessoas, no fundo de nossos corações, agora começarão a se manifestar sériamente. A espiral descendente de nosso mundo está sendo parada. E a espiral ascendente agora está definitivamente em progresso. Liguemos os nossos  motores da convicção. Façamos isso.

Um conselho;
Amem. Esperem. Perdoem. Façam todas as coisas que vocês aprenderam a fazer e que levarão para a mudança. Sejam o que vocês desejam. O tempo de ser contra já passou. Prevejam o futuro em seus corações. É aí onde ele será criado.

Resultado de imagem para imagens sobre doutrina espirita

UMA ANÁLISE ESPÍRITA PROFUNDA SOBRE PREVISÕES E PROFECIAS-pelos seres de luz
Canal: Ron Head 

“A fé necessita de uma base, e essa base é a perfeita compreensão daquilo em que se deve crer. Para crer, não basta ver, é necessário compreender.” (Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo 19, item 7).

A verdadeira convicçãose adquire pelo estudo, pela reflexão e por uma observação contínua” (Discurso na Sociedade Parisiense 5/4/1861)

Fé inabalável é somente aquela que pode encarar de frente a razão, em todas as épocas da humanidade” (Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo 19, item 7).

“Nada examinando, a fé cega aceita, sem verificação, assim o verdadeiro como o falso, e a cada passo se choca com a evidência e a razão. Levada ao excesso, produz o fanatismo” (Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo 19, item 7).

Toda a experiência espiritual ou mediúnica é, sem dúvida, uma experiência de fé, de emoções e sentimentos que permitem à pessoa que vivencia tal experiência uma conexão com algo que transcende a matéria. Entretanto, o nobre codificador esclareceu que não basta apenas vivenciar tal experiência de fé espiritual, juntamente com o emocional ou sentimental; ele esclareceu que é necessário refletir, observar, examinar, comparar e acima de tudo passar pelo crivo da razão tal experiência para assim concluir se tal experiência foi fruto da imaginação, se foi obra de espíritos zombeteiros ou mal intencionados ou se realmente foi um contato com alguma entidade de elevado valor moral.

Resultado de imagem para imagens sobre doutrina espirita

Kardec ensinou o método para realizar tal análise, em minúcias, no O Livro dos Médiuns, como por exemplo, os mecanismos para identificar se o espírito manifestante é realmente um espírito bom ou se apenas se manifesta com disfarces ou máscaras. Ensinou como analisar uma comunicação mediúnica, identificado indícios da presença, ou não, de espíritos mal intencionados.

O ano de 2012, em especial, foi recheado de médiuns e canalizadores que não observaram esses preceitos elementares do nobre codificador. Algumas mensagens que qualquer aluno aplicado de uma escola mediúnica identificaria como obra de espíritos gozadores se multiplicaram na internet; mensagens ignorando os mais elementares postulados da física e da astronomia da mesma forma ganharam a grande rede, em parte pela invigilância de quem não analisou o que escreveu ou “recebeu” espiritualmente, em parte pela invigilância de quem leu e aceitou sem passar pelo crivo da razão e da comparação.

CUIDADO COM A MATRIX DO BEM

A experiência espiritual, seja de quem vivencia ou de quem lê ou estuda, deve ser fruto do equilíbrio entre a razão e a emoçãoNão basta apenas sentir que algo “parece” bom, iluminado ou do bem, é preciso comparar, auscultar, observar se existe lógica em determinado relato.

No capítulo 24 do Livro dos Médiuns, itens 260 e 261 esclarece que existem espíritos tão especializados em embustes, que conseguem não apenas falsificar assinaturas em mensagens como ainda imitar com perfeição o jeito, o modo de falar e os tiques de determinado espírito de quilate elevado que seja conhecido do grande público. Kardec assim esclarece:

“Pode-se também colocar entre as provas de identidade a semelhança de caligrafia e de assinatura. Mas além de não ser dado a todos os médiuns obter esse resultado, ele nem sempre representa uma garantia suficiente. Há falsários no mundo dos Espíritos, como no nosso. Certamente se dirá que se um Espírito pode imitar uma assinatura, pode também imitar a linguagem. É verdade. Temos visto os que tomam a o nome da Consciência Crística e para melhor enganar imitam o” estilo evangélico” excedendo-se nas expressões mais conhecidas:” Em verdade vos digo.”

Portanto não basta apenas se emocionar com o que se vê ou o que parece ser, é preciso analisar também o que é dito, relatado, escrito e assim comparar todas as informações para que se observe se existe lógica nas mesmas.
Um nobre espírito desencarnado conhecido, por exemplo, diria em uma comunicação mediúnica algo totalmente diferente daquilo que disse quando em vida? Certamente que não. Portanto, é preciso que a fé, a experiência emocional, sentimental e espiritual passe sempre pelo crivo da razão, da comparação, da análise minuciosa antes que seja admitida como uma experiência fidedigna.

O próprio Kardec levou esse método ao extremo na elaboração da Codificação. Ao juntar as comunicações recebidas através de diversos médiuns que atuaram no processo de elaboração dos cinco livros da Codificação, ele simplesmente descartou 90% das comunicações mediúnicas, foram aproveitados apenas 10%. Já naquela época, Kardec sabia que não bastava uma mensagem que falasse muito de amor, mas que em algumas linhas no meio de belas palavras apresentasse argumentos ou teorias estranhas, ele também sabia que muitos espíritos se apresentavam com aparência boa, doce e nobre, mas com más intenções por trás de uma boa aparência ou de uma aparente boa retórica.

Uma mensagem, uma palestra, um livro,  devem ser analisados como um todo, linha por linha, palavra por palavra, pois muitas vezes pequenos sofismas são propositalmente colocados no meio de belos e nobres ensinamentos e o médium, se não estiver suficientemente vigilante, certamente será presa fácil de espíritos especialistas nesse tipo de fascinação.

Os mecanismos de obsessão atualmente também evoluíram; o preocupante não é o espírito grosseiro ou raivoso que se manifesta , mas sim o ardiloso que se esconde numa voz mansa, suave e procura utilizar muitas frases sobre amor e evolução e coloca no meio destas, de forma consciente, certas idéias estranhas ou até mesmo mensagens subliminares através de pequenos “comandos” escritos ou falado que muitas pessoas sequer percebem.

Nos itens 261 e 267 do mesmo capítulo do Livro dos Médiuns, Kardec resume de forma brilhante como identificar um espírito embusteiro. Seguem alguns trechos:

“Deve persuadir-se de que os Espíritos perversos são capazes de todas as trapaças e de que, quanto mais elevado for o nome usado, mais desconfiança deve provocar. Quantos médiuns têm recebido comunicações apócrifas assinadas por Jesus, Maria ou algum santo venerado!” (item 261)

“A bondade e a afabilidade são também atributos essenciais dos Espíritos depurados. Eles não alimentam ódio nem para com os homens nem para com os demais Espíritos. Lamentam as fraquezas e criticam os erros, mas sempre com moderação, sem amarguras nem animosidades.” (item 264)

“Por mais legítima confiança que vos inspirem os Espíritos dirigentes de vossos trabalhos, há uma recomendação que nunca seria demais repetir e que deveis ter sempre em mente aos vos entregar aos estudos: a de pensar e analisar, submetendo ao mais rigoroso controle da razão todas as comunicações que receberdes; a de não negligenciar, desde que algo vos pareça suspeito, duvidoso ou obscuro, de pedir as explicações necessárias para formar a vossa opinião”.(item 266)

“Não devemos julgar os Espíritos pelo aspecto formal e a correção do seu estilo, mas sondar-lhes o íntimo, analisar suas palavras, pesá-las friamente, maduramente e sem prevenção. Toda falta de lógica, de razão e de prudência não pode deixar dúvida quanto à sua origem, qualquer que seja o nome de que o Espírito se enfeite.” (item 267)

Toda heresia científica notória, todo princípio que choque o bom senso revela a fraude” (item 267, subitem 7)

Os Espíritos bons podem fazer-nos pressentir as coisas futuras, quando esse conhecimento for útil, mas jamais precisam as datas. Todo anúncio de acontecimento para uma época certa é indício de mistificação.” (item 267)

Comentário: Quantos espíritos se manifestaram para canalizadores e médiuns nos últimos 2, 3 anos falando em grandes mudanças para breve e nada aconteceu, nem apocalipse, nem mudança de Era realmente significativa, nem ascensão para outra dimensão ou plano. É importante citar esse item, pois existe uma data provável circulando por aí  para o auge dos eventos da transição planetária: 24 de abril de 2036, mas essa data parece que é fruto de uma comparação de diversas profecias(?), de profetas que já mostraram o seu valor(?) ao acertar predições de eventos, ou seja, é fruto de um estudo comparativo e metódico que chegou a um ponto específico,esta é a alegação, um foco comum que representa esta data e não simplesmente uma mensagem ou canalização(?) citando uma data qualquer no futuro sem sustentar-lhe em qualquer base comparativa ou racional.

NOTA:-Uma coisa é um espírito se manifestar, “soltar” uma data para o apocalipse, nova era ou qualquer outro mega evento sem qualquer base lógica e racional, outra coisa é encontrar uma data, baseada em um método comparativo que cria um foco comum para as profecias dos profetas mais confiáveis do mundo.

Kardec inclusive, no próprio O Livros dos Médiuns, item 289, sub-item 8 mostra que é possível receber informações sobre acontecimentos futuros (algo perfeitamente plausível, visto que a própria Consciência Crística/ Jesus falou sobre o futuro, em detalhes, no sermão profético, vaticinando enormes eventos naturais):

“Às vezes, entretanto, alguns acontecimentos futuros não são anunciados espontaneamente pelos Espíritos de maneira verídica”

Pode acontecer que o Espírito preveja coisas que considera conveniente dar a conhecer ou que tenha por missão revelar-vos. Mas é nesses casos que mais devemos temer entre os espíritos mistificadores, que se divertem fazendo predições. É somente pelo conjunto das circunstâncias que podemos julgar o grau de confiança que elas merecem

Comentário: Ou seja, qualquer profecia que não possua uma base lógica e racional, que não esteja em sintonia com profecias de profetas que já acertaram outros vaticínios deve ser simplesmente descartada. Alguém profetizar algo ou acreditar em alguma profecia apenas baseado em um calendário ou em uma heresia científica, renegando todas as profecias mais confiáveis do mundo, inclusive as do Mestre Jesus, certamente é alguém que estará incorrendo em grande equívoco no estudo das profecias.

É também importante analisar com ampla reflexão os próprios relatos proféticos de Kardec, sobretudo na Gênese, sobre como ocorreria a mudança de Era. Infelizmente ainda existem espíritas que acreditam que as mudanças serão suaves, sem enormes cataclismos apocalípticos, como se os vaticínios do Rabi da Galiléia fossem meras lendas.
Resultado de imagem para imagens sobre o apocalipse

A GÊNESE , KARDEC E O APOCALIPSE


“A Terra, no dizer dos Espíritos, não terá de transformar-se por meio de um cataclismo que aniquile de súbito uma geração. A atual desaparecerá gradualmente e a nova lhe sucederá do mesmo modo, sem que haja mudança alguma na ordem natural das coisas.” (A Gênese” de Allan Kardec, capítulo 18, item 27)

Essa é uma passagem paradoxal  muito utilizada por alguns “doutores da lei” espíritas para argumentar que não teremos as grandes mudanças vaticinadas no Apocalipse. Mas  se o cidadão é espírita e tem como maior exemplo a seguir ,segundo a doutrina, a Consciência Crística/ Jesus, justamente por ser espírita, como que ele vai desacreditar os relatos que foram trazidos pelo próprio Messias, no sermão profético?? Será que estes espíritas não sabem que no sermão profético, contido nos 4 evangelhos amplamente estudados pela Codificação, está justamente o relato de intensas mudanças de ordem natural?Científicamente já temos a resposta, haja visto o aquecimento global, as mudanças dos pólos e o derretimento da calota polar,sem contar o desmatamento e a poluição ambiental desmedida.

Estudo da obra “A Gênese”
Para começarmos a entender a questão, é preciso compreender que a obra “A Gênese” possui uma diferença com relação às demais obras básicas do Espiritismo: em muitos dos seus textos existem teorias ainda hipotéticas, fruto da opinião pessoal do codificador e não da doutrina espírita, sendo que muitas dessas idéias foram esboçadas na Revista Espírita na época de Kardec. O nobre codificador esclarece isso logo na introdução da obra:

“Os mesmos escrúpulos havendo presidido à redação das nossas outras obras, pudemos, com toda verdade, dizê-las: segundo o Espiritismo, porque estávamos certo da conformidade delas com o ensino geral dos Espíritos. O mesmo sucede com esta, que podemos, por motivos semelhantes, apresentar como complemento das que a precederam, com exceção, todavia, de algumas teorias ainda hipotéticas, que tivemos o cuidado de indicar como tais e que devem ser consideradas simples opiniões pessoais, enquanto não forem confirmadas ou contraditadas, a fim de que não pese sobre a doutrina a responsabilidade delas.”

Aliás, os leitores assíduos da Revue hão tido ensejo de notar, sem dúvida, em forma de esboços, a maioria das idéias desenvolvidas aqui nesta obra; A Revue, muita vez, representa para nós um terreno de ensaio, destinado a sondar a opinião dos homens e dos Espíritos sobre alguns princípios, antes de os admitir como partes constitutivas da doutrina.” ; Nota da Editora: Ao leitor cabe, pois, durante a leitura desta obra, distinguir a parte apresentada como complementar da Doutrina, daquela que o próprio Autor considera hipotética e pessoalmente dele.Portanto, para início de análise, já partimos do pressuposto de que nem tudo que foi dito no livro “A Gênese” pertence à Doutrina Espírita, mas sim a algumas opiniões pessoais do  codificador como ele próprio esclareceu na introdução da obra.

Resultado de imagem para imagens sobre o apocalipse

A MUDANÇA DE ERA

Chegando ao capítulo 18 onde se encontra a famosa frase utilizada por muitos defensores de uma mudança de Era sem grandes eventos cataclísmicos, o próprio codificador esclarece ao final do item 10:

“Anunciando a época de renovação que se havia de abrir para a Humanidade e determinar o fim do velho mundo, a Jesus, pois, foi lícito dizer que ela se assinalaria por fenômenos extraordinários, tremores de terra, flagelos diversos, sinais no céu, que mais não são do que meteoros, sem abrogação das leis naturais.”

Ou seja, está claro e evidente que “A Gênese” acha lícita as profecias da Consciência Crística/ Jesus, falando inclusive sobre meteoros . Então, como que no mesmo capítulo, poucos itens depois, é dito que as mudanças serão sem cataclismos? Podemos apenas supor, utilizando-nos da razão, que a opinião do item 27 seja uma opinião pessoal de Kardec e não da doutrina, pois a Doutrina Espírita, como exposto no item 10, concorda com as predições da Consciência Crística/ Jesus sobre cataclismos para a mudança de Era.

Mas vamos analisar as palavras do nobre codificador, que ao que parece são opiniões pessoais que ele manifestou na obra, pelo menos na segunda frase abaixo:

“A Terra, no dizer dos Espíritos, não terá de transformar-se por meio de um cataclismo que aniquile de súbito uma geração.”

Concordo com essa opinião, pois “aniquilar súbitamente uma geração” seria destruir por inteiro (eis o significado de aniquilar) toda a coletividade humana, ou reduzi-la a níveis ínfimos, algo que Jesus também deixou claro que não irá acontecer, segundo consta no sermão profético do evangelho de Mateus, capitulo 24, quando ele fala que metade da população mundial irá desencarnar no auge dos eventos, algo bem distante de uma aniquilação, pois ainda sobreviverão bilhões de pessoas encarnadas.

A atual desaparecerá gradualmente e a nova lhe sucederá do mesmo modo, sem que haja mudança alguma na ordem natural das coisas.”

A Gênese foi escrita antes de 1900, ou seja, a mais de 120 anos e a frase acima diz respeito à geração daquela época, sem que obviamente devesse haver qualquer mudança radical na ordem natural das coisas, até porque o auge do Apocalipse foi previsto(?) pela Consciência Crística/ Jesus para bem depois daquela geração, ao citar a profecia dos 70 períodos de Daniel no sermão profético, profecia essa que se iniciou em 1967 e termina em 2036.

A frase está plenamente correta, pois não se refere à geração que vivenciará o auge do Apocalipse (em boa parte a atual), mas sim a geração que vivenciou a época de Kardec.

Esses erros de interpretação infelizmente ainda são muito comuns entre alguns  espíritas, da mesma forma que a famosa passagem de Mateus 24:36 é utilizada por muitos cristãos para dizer que é impossível que o dia e a hora exatos do auge dos eventos sejam descobertos, pois repetem a frase dita pela Consciência Crística/ Jesus nesse versículo:

“O dia e a hora ninguém sabe, só o Pai que está nos céus”.

Ora, a Consciência Cristica/Jesus  falou a verdade, só que ele disse isso há quase dois mil anos no sermão profético, em momento algum ele disse que no futuro alguém não poderia saber;ele usou o verbo no presente (ninguém sabe) mas não disse que no futuro ninguém viria a saber, tanto que ele próprio, após proferir essas palavras e depois desencarnar, voltou para trazer a revelação (apocalipse) à João, a revelação exata do dia e hora dos eventos.(segundo os Evangelhos)

Portanto, é importante que os amigos espíritas, católicos, protestantes e neopentecostais e todas as linhas cristãs e usam os Evangelhos como base, se atenham a uma interpretação mais ampla dos textos, pois é uma simples questão elementar de interpretação de texto, independente da crença ou fé de cada um, até porque a lógica interpretativa independe da fé da pessoa, depende apenas do seu bom senso em seguir as normas elementares da Língua.Novamente fica o lembrete, a espíritas e espiritualistas: estudem com mais cuidado, com maior comparação e com relação aos temas proféticos.

Nessas palavras está o cronograma de todas as mudanças até que se inicie uma Nova Era, após 2036, palavras que devem servir sempre de base comparativa em relação a mensagens de médiuns e canalizadores, sobretudo àqueles que defenderam o auge do Apocalipse ou início de uma nova era ao final de 2012 .Uma coisa é um espírito se manifestar, “soltar” uma data para o apocalipse, nova era ou qualquer outro mega evento sem qualquer base lógica e racional, outra coisa é encontrar uma data, baseada em um método comparativo que cria um foco comum para as profecias dos profetas mais confiáveis do mundo.

Kardec inclusive, no próprio O Livros dos Médiuns, item 289, subitem 8 mostra que é possível receber informações sobre acontecimentos futuros (algo perfeitamente plausível, visto que a própria Consciência Crística/ Jesus falou sobre o futuro, em detalhes, no sermão profético, vaticinando enormes eventos naturais):

“Às vezes, entretanto, alguns acontecimentos futuros não são anunciados espontâneamente pelos Espíritos de maneira verídica?

Pode acontecer que o Espírito preveja coisas que considera conveniente dar a conhecer ou que tenha por missão revelar-vos. Mas é nesses casos que mais devemos temer os espíritos mistificadores, que se divertem fazendo predições. É somente pelo conjunto das circunstâncias que podemos julgar o grau de confiança que elas merecem

Comentário: Ou seja, qualquer profecia que não possua uma base lógica e racional, que não esteja em sintonia com profecias de profetas que já acertaram outros vaticínios deve ser simplesmente descartada. Alguém profetizar algo ou acreditar em alguma profecia apenas baseado em um calendário ou em uma previsão científica, uma canalização repetitiva,renegando todas as profecias mais confiáveis do mundo, certamente é alguém que estará incorrendo em grande equívoco no estudo das profecias.(Veja Nostradamus,Apolônio de Tiana ,Pietro Ubaldi e outros).

É também importante analisar com ampla reflexão os próprios relatos proféticos de Kardec, sobretudo na Gênese, sobre como ocorreria a mudança de Era. Infelizmente ainda existem espíritas que acreditam que as mudanças serão suaves, sem enormes cataclismos apocalípticos, como se os vaticínios do Rabi da Galiléia fossem meras lendas.

Nota;os livros de Kardec citados bem como vários livros de cunho espírita se encontram disponíveis em nossa Biblioteca Virtual

*******************************************************************************************************************
Resultado de imagem para imagens sobre o filme star wars
Posts relacionados;-
***********************************************************************************************************************
Divulgação: A Luz é Invencível

Compartilhe com seus amigos, imprima, copie o link, envie por e-mail.


Facebook Addthis Amazon AOL Mail Baidu Facebook Messenger Copy Link Email Gmail Google+ LinkedIn Myspace Outlook Print PrintFriendly Pinterest Twitter WhatsApp

x

Pesquise no Site por Assunto

AS 10 MAIS DO MÊS