17 de set de 2016

OVNIS são Reais, segundo engenheiro da NASA.

Ex-Engenheiro da NASA afirma que OVNIs fotografados e filmados por Billy Meier são reais.


Artigos e um vídeo foram publicados na Internet esta semana sobre um ex-engenheiro da NASA, o qual confirma a validade dos OVNIs vistos por Billy Meier, junto com a possibilidade de que um produtor de cinema bem conhecido esteja considerando fazer um filme sobre Meier, seus avistamentos de OVNIs e seus contatos alienígenas e profecias.  Se você não está familiarizado com Billy Meier, sua história é muito interessante, complexa e controversa.  Concordando com Meier, ou não, continue a leitura para descobrir que será o produtor do documentário.


Eduard Albert “Billy” Meier
A história de Billy Meier é primariamente bem conhecida, devido a quantidade, clareza e natureza pouco comuns das fotos, vídeos e gravações de áudio que ele fez dos OVNIs.  Eduard Albert “Billy” Meier nasceu na Suíça em 1937, e teve seu primeiro alegado encontro alienígena em 1942, com um ancião extraterrestre de nome Sfath.  Desde então ele alega ter tido encontros com uma mulher extraterrestre, outra que era neta de Sfath e muitos mais, os quais ele chama de Plejarens.  Ele alega que eles têm a aparência humana e são primariamente de Erra, que é uma dimensão diferente da nossa.

As discussões de Meier (referidas como Notas de Contato) e revelações dos extraterrestres têm sido publicadas extensivamente, e são ocasionalmente controversas, já que elas muitas vezes lidam com religião, espiritualidade, ciência, eventos atuais, assuntos ambientais e outros tópicos quentes. Suas coleções e revelações são intensamente publicadas por Michael Horn, um diretor de filmes e porta-voz para Meier como sendo o Representante de Imprensa Autorizado nos Estados Unidos para os Contatos Billy Meier.


As fotos dos OVNIs tiradas por Meier geram ainda mais controvérsias do que seus contatos com alienígenas. As fotos de OVNIs têm sido analisadas intensamente (ver documentário Contact) e as conclusões vão de totalmente reais, até evidência incontestável de fraude.  Estas incluem fotos de alienígenas e o áudio do que alega-se ser um OVNI sendo perseguido por um jato militar.

O famoso ‘bolo de casamento” – provavelmente a foto de OVNI
mais controversa de Meier.
O que nos trás até Matthew Wiecskiewicz, um engenheiro aeroespacial de longo tempo, que trabalhou para várias empreiteiras de projetos da NASA.  Wieczkiewicz diz ter se tornado ciente sobre o caso Meier em 1978, mas que “caiu na campanha de desinformação da CIA, que chamou o caso de farsa”.  Ele reexaminou o caso, começando em 2011, e parece ter feito a primeira declaração sobre sua crença na autenticidade em 2014, continuando a fazer apresentações do que acredita.  Supostamente, ele também apoia as alegações de que muitas das profecias de Meier sobre os eventos mundiais se concretizaram.

Embora o porta-voz de Meier, Michael Horn, já foi diretor de um documentário sobre ele (And Did They Listen?), o filme teve uma distribuição limitada. Parece que é por isto que ele está falando sobre uma aumentada especulação a respeito um grande produtor cinematográfico que irá fazer um filme aprofundado sobre este controverso caso.  Esse produtor é não outro do que Michael Moore.

Horn diz que Moore “recebeu pela primeira vez evidências sobre os contatos OVNIs de Billy Meier no início deste ano”. Isto não é exatamente a mesma coisa que o próprio Moore contatá-lo ou a Meier, e Horn não dá maiores detalhes, a não ser alertar que “ele pode não querer se arriscar” em “expor o acobertamento do caso mais importante e suprimido da história”.

Obviamente, Horn sabe como fazer relações públicas.

Se você acredita ou não em partes ou em nada das alegações, fotos e profecias de Meier, este é um caso interessante, com uma grande quantidade de informação, controversa e publicidade.

Fontes: A e B

Addthis Amazon AOL Mail Baidu Facebook Messenger Copy Link Email Gmail Google+ Google Translate Favorites LinkedIn Myspace Outlook Pinterest Twitter WhatsApp Yahoo Mail
Imprimir

x

Sugestão do Editor.

AS 10 MAIS DO MÊS