7 de out de 2016

O cinturão de fótons.


Ouve-se falar com certa freqüência sobre o cinturão de fótons e a irradiação manásica que o acompanha.

O sistema solar gira em torno de Alcione – nosso sol central – da Constelação de Plêiades.

No inicio da década de 60, pela primeira vez, astrônomos detectaram (através de satélites que Alcione possui à sua volta) um anel de poeira cósmica ou um disco de radiação cósmica, em posição transversal ao plano de órbitas dos demais sistemas que giram em volta dele.

Este anel de poeira cósmica, conhecido como Cinturão de Fótons, vem acompanhado por uma radiação manásica, representando um marco do inicio de uma expansão de consciência além da terceira dimensão.


Para que os terrícolas avancem nesse processo, faz-se necessário que haja uma evolução da consciência, para que essa entrada na luz seja plena. Por resistência um falta de conhecimento, nem todos conseguem evoluir rápido, devendo voltar a repetir o processo várias vezes.

Muitos já estão se preparando, mesmo inconscientemente. A desilusão com a vida nos grandes centros urbanos, a necessidade de voltar à vida natural de harmonização com a natureza e seus elementos e a busca por uma espiritualização maior são sinais de que o homem esta se preparando para uma mudança de vida. Constata-se que, a cada ciclo, cerca de um terço da população vem alcançando êxito em sua aspiração.

A física ensina que fóton – um quantum de luz – é uma partícula associada ao campo eletromagnético, com massa em repouso nula e desprovida de carga elétrica. O exemplo mais comum de onda eletromagnética é a LUZ.

Manásica, de manas, significa mente (em oposição a matéria) – elemento causal, através do qual é possível ao homem ligar-se a Fonte Suprema e captar o conhecimento Universal. (Manásico é elemento ióguico indicando qualidade do que é reflexivo e místico, atingido através da mente).

O QUE É CINTURÃO DE FÓTONS
O cinturão de fótons e a radiação manásica (veículos de transformação e transmutação) que o acompanha, é uma nuvem de poeira cósmica de micropartículas, de carga totalmente positiva, desprendida de Alcione. Atua como se fosse uma hélice.

Do ponto de vista cientifico, o Cinturão de Fótons possui uma dimensão em torno de 25.000 vezes maior que a nossa Galáxia, cuja imensa nuvem de poeira cósmica, desprendida de nosso grande Sol Central Alcione, praticamente, não se movimenta, ficando parada, enquanto o nosso e os demais sistemas solares vão de encontro a essa poeira cósmica, no sentido anti-horário.

Esse movimento cíclico leva 25.860 anos para completar uma órbita ao redor de Alcione. Durante esse período, o nosso sistema solar passa duas vezes pelo Cinturão de Fótons: uma para o norte, outra para o sul. A cada 10.930 anos, uma parte que atua como hélice, passa em nosso sistema solar: é o período de transformações dualísticas negativo-positivo. Dentro do ciclo, há dois períodos de trevas de 10.500 anos cada um, aproximadamente, mais dois períodos neutros de 430 anos. Após cada período de trevas, segue-se um período de 2.000 anos de intensa luz total, conhecido como Era Dourada – a começar por volta do ano 2000, para o nosso sistema solar – em que, apesar de ser um período de negatividade, a humanidade toma consciência da necessidade de sua evolução.

Em um futuro bastante próximo, um terço da humanidade testemunhará o fim do reinado de 10.500 anos das forças das trevas. Que serão dominadas, finalmente, com o auxílio das forças da luz.
Na história antiga, os gregos e romanos chamavam o Cinturão de Fótons de Era Dourada, considerada era de luz, de paz, sem guerras, nem doenças, nem fome.
Em termos espirituais, o Cinturão de Fótons é a morada de Cristo, porquanto a radiação manásica é a Radiação e a Eminência do Cristo.

O CINTURÃO DE FOTONS E AS MUDANÇAS PARA A TERRA.
Desde o início da formação do Universo, o fenômeno acontece ciclicamente, em cujo processo são provocadas várias mudanças na estrutura geológica de todos os mundos densos, também no plano energético. Os fenômenos geológicos e climáticos são totalmente alterados na terra e em todos os planetas tridimensionais, movimentando inclusive as placas tectônicas, no interior do nosso planeta. A força da gravidade será diminuída por volta de um terço e o nosso corpo físico, bem como tudo o que é matéria, perderá um terço do seu peso.

A primeira sensação da entrada do Cinturão de Fótons foi a impressão permanente de que o tempo está passando muito rápido, como se o dia tivesse apenas quatorze horas. É como se o relógio estivesse adiantado. A segunda é de que o valor da vida humana deixou de ter significado maior e a destruição planetária passou a ser uma realidade factível.

No final do ano de 1999, a terra estava um quarto dentro do Cinturão de Fótons. No ano de 2005 o período de transição planetária estava mais intenso (como agora),com mudanças climáticas acentuadas, tempestades, sismos, queda de meteoros, entre outros fenômenos aterradores.

Não só nosso planeta, mas todo o sistema solar esta envolvido na transição e este período se tornará mais intenso e crítico. Os acontecimentos geológicos (fortes alterações climáticas, movimentos e elevação de placas tectônicas, terremotos, maremotos, vulcões reativados, tufões, etc.) ocorrerão com maior freqüência. Poderão ocorrer também explosões de alguns planetas do nosso sistema solar e em outras galáxias, quando aparecerão mais meteoros e meteoritos lançando-se sobre o planeta, cubos de gelo desabando do espaço e outros objetos caindo na atmosfera.

Atualmente, o Sistema Solar esta um terço dentro do Cinturão de Fótons. Os planetas mais distantes do sol já foram atingidos, desestruturando suas órbitas. Em muitos criou-se de que a humanidade vive uma época de conclusão das mudanças no planeta – causa da aceleração do tempo – com explicação cientifica no fenômeno físico da Ressonância Schumann.

O predomínio do período de trevas tem o propósito de melhor compreensão da verdadeira natureza da negatividade. O cinturão de fótons e a radiação manásica são veículos de transformação que formam uma barreira protetora, a fim de evitar que a saída da negatividade da terra contamine os níveis superiores.

TRANSIÇÃO PLANETÁRIA
Para as pessoas que conseguirem superar esses acontecimentos inevitáveis e desenvolver a potencialização da energia transmutadora, o resultado será a transformação do seu corpo em mais energia do que matéria. Sua transformação terá de ser corpo e consciência, numa freqüência mais alta e mais intensa. Elas (pessoas) poderão permanecer no Sistema Solar ou em outros mundos paralelos,porque, com a sua potencialização energética (a aceleração do seu GNA para harmonização e imunização do corpo) conseguirão interagir com a quarta dimensão e, mais facilmente, chegar à nona.
O que é transição planetária?

O conjunto de todo esse processo de mudanças, transformações e transmutações é denominado transição planetária. Prognostica uma nova oportunidade de conscientização para a humanidade: é a nova era. O processo habilita a pessoa para um maior domínio sobre a matéria, facultando-lhe, inclusive passar através de uma parede sólida.

A interação dessa energia é conhecida como a radiação manásica, ou seja, a conscientização da Energia Crística – cuja realização requer a cada um uma mudança no seu modo de viver.

Na Energia Crística de transmutação perde-se 80% da matéria densa que, sutilizando-se, passa para uma dimensão superior, totalmente positiva. Para obtê-la, a pessoa tem de passar pelo Cinturão de Fótons ou energia manásica, livrar-se dos raios gama, desenvolver a mente e estar com a freqüência cerebral acelerada acima de Beta – mais de 27 ciclos por segundo. É-lhe imprescindível tecer o controle emocional, para alcançar a imunização contra suas conseqüências.

Deus deu ao homem o poder de desenvolver suas habilidades e conhecer tudo o que deseja,conhecer e manipular até as leis universais. O homem, porém, que busca tanto a verdade, quando com ela se depara, se acovarda, preferindo achar desculpa para não aceitá-la, temendo os ônus da nova responsabilidade.

Continua...

Transcrito do livro Andarilhos do Universo
Salles Editora

Addthis Amazon AOL Mail Baidu Facebook Messenger Copy Link Email Gmail Google+ Google Translate Favorites LinkedIn Myspace Outlook Pinterest Twitter WhatsApp Yahoo Mail
Imprimir 

x

Pesquise no Site por Assunto

AS 10 MAIS DO MÊS