21 de mai de 2017

Quadrivium: Os 4 Assuntos das Grandes Escolas de Mistério.



Nos tempos dos antigos egípcios (e muitas outras civilizações antigas em relação a este assunto) havia uma ênfase em assuntos que não foram criados, mas descobertos. Para dar um exemplo de temas criados, o idioma Inglês foi criado por um acordo para simplificar a comunicação e compartilhar ideias. A ciência, em muitos casos, lida muito com a teoria e/ou opinião do cientista.

Quando você olha para números, por outro lado, eles são uma verdade absoluta, 1 coisa será sempre 1 coisa e 10 coisas sempre serão 10 coisas, independentemente das palavras acordadas que contêm. A razão dourada, derivada da sequência de Fibonacci permanecerá sempre um fator no mundo natural e a sequência é absoluta em sua verdade. Descartando o erro humano, a matemática sempre produzirá os mesmos resultados, independentemente de quem a está usando, então quando você encontra uma sequência mágica, todos sabem que você está meramente descobrindo, não criando ela.

Ciência e linguagem contêm elementos disso também, mas como uma arte completa os números são muito mais previsíveis do que qualquer outro assunto, e também de diferentes maneiras funcionam como um modelo para a nossa existência. Sabendo disto, é compreensível por que os antigos dedicaram a maior parte de seus ensinamentos ao quadrivium, que é o estudo dos números em suas diferentes formas.

Aritmética (Números Sagrados) – O estudo dos números.

Geometria Sagrada – O estudo dos números no espaço.

Música (Harmonia) – O estudo dos números no tempo.

Astrologia- O estudo dos números no espaço e no tempo.

Neste artigo abordarei Aritmética e Geometria Sagrada:
Aritmética (Números Sagrados)

Todos os números obedecem as regras e mantêm o seu lugar no esquema grandioso das coisas, porém alguns surgem mais do que outros e alguns números são mais significativos para uma pessoa do que outra.

Isto começa com a contagem básica de 0 a 9, quando você faz isto, você tem os blocos de construção para todos os números da matemática. Embora os números sejam infinitos eles também são tão simples como 0 a 9, pois não existem números que não possam ser criados a partir destes números.

Quando você começa a quebrar estes números, percebe que eles estão todos inter-relacionados de maneiras diferentes. Alguns exemplos simples.

2 é 1 + 1

3 cria nove quando multiplicado por si mesmo

4 é 2 + 2 ou 2 × 2

Depois de um tempo você começa a ver padrões e regras, por exemplo, sem o número 1 não haveriam outros números. Alguns números não podem ser igualmente divididos e outros podem, (ímpar e par). Depois, existem sequências como a binária que é encontrada pela duplicação de números.

1

2

4

8

16

32

Ou Fibonacci que pode ser encontrada começando com 0 e 1 e adicionando os números anteriores para encontrar o próximo número na sequência.

0

1

1 0+1

2 1+1

3 1+2

5 2+3

8 3+5

13 5+8

21 8+13

34 13+21

55 21+34

Os números também podem ser transformados em palavras, conceitos e metáforas, por exemplo, 1 seria o eu, 2 um casal, 3 uma família, existem muitas outras maneiras de expressar esses números, isto é apenas um exemplo simples.

Quanto mais você brincar com os códigos e sequências, mais percebe uma correlação com o mundo externo e a criação do Tudo O Que É, na qual vamos olhar agora.
Geometria sagrada

A geometria sagrada é o uso de números para transformá-los em coisas tangíveis do mundo real, embora não estejamos realmente transformando os números em algo tangível, tanto quanto estamos descobrindo que o tangível tem números embutido dentro de sua existência.

O exemplo mais simples de geometria no mundo real é que o 1 é uma linha, o 2 são 2 linhas, em seguida, em três torna-se interessante pois podemos fazer um triângulo, o 4 forma um quadrado e assim por diante.


Outro exemplo, o 1 é um círculo, o 2 são 2 círculos, mas fica interessante quando você sobrepõe os 2 círculos criando uma forma chamada vesica pisces (Abaixo).




Isto então se desdobra em 2 triângulos equiláteros, um oval e uma disposição de belas formas geométricas.





Que pode ir ainda mais longe e ficar cada vez mais complexo.



Dentro desta forma existem muitas metáforas e ideias sobre a criação, incluindo a união de um Deus e Deusa para criar uma criança. Jesus é muitas vezes simbolizado usando a vesica pisces. O empoderamento feminino pois se assemelha a vagina. O nascimento da semente da vida. Uma visão, pois parece um olho.

Este é apenas o início do que pode então ser transformado em 3, 4, 5 ou mais círculos sobrepostos, que podem ser dispostos em sequência diferente para criar diferentes padrões e significados.


Um círculo central rodeado por seis cria o padrão geométrico perfeito da semente da vida. Num contexto religioso isto representa os 6 dias de criação, com um de descanso.




Dentro disto temos muitas formas, notavelmente o hexágono que conecta o ponto central com os círculos exteriores. Embora existam 7 círculos, 6 é o número dominante, que é uma metáfora para um criador. Abaixo estão muitas outras formas, nascidas a partir do simples círculo.



Apenas arranhamos a superfície da geometria sagrada, mas dado que este assunto é uma forma tangível de números e números são infinitos, poderíamos literalmente continuar para sempre e nunca cobrir tudo. É um assunto infinito.

As últimas 2 seções do quadrivium são música e astrologia ou números no tempo e números no espaço e no tempo. Ambos mantêm o mesmo no seu núcleo como a geometria sagrada, que os números estão em tudo, e que números específicos transferidos para o som ou o espaço criam padrões misteriosos.

Por favor, compartilhe este artigo, pois com as mudanças recentes nos algoritmos de mídia social (facebook, google, Twitter…), nosso conteúdo está se tornando cada vez menos visível. Sua participação realmente é importante !

Origem: truththeorypor A Luz é Invencível •Posta

x

Pesquise no Site por Assunto

AS 10 MAIS DO MÊS