8 de jul de 2017

Saúde: Vitamina K2.

Embora possamos estar familiarizados com a importância de vitaminas no nosso corpo, muitos de nós não sabem em específico qual a função da vitamina K2. Este poderoso nutriente desempenha um papel essencial em muitos aspectos da nossa saúde. De fato, a vitamina K2 pode ser apenas o "elo perdido" entre nossa dieta e várias doenças assassinas.

O que é vitamina K?

Descoberta em 1929, a vitamina K é um nutriente essencial para coagulação sanguínea. A vitamina foi descoberta por um dentista, Weston Price, que estudou a relação entre dieta e doenças em diferentes populações. Durante sua pesquisa, ele também descobriu que as dietas não industriais eram altas em alguns nutrientes não identificados, que pareciam fornecer proteção contra a cárie dentária e doenças crônicas. Ele se referiu a este nutriente misterioso como Activator X, que agora acredita ser vitamina K2. A vitamina K é encontrada em alimentos vegetais como folhas verdes, enquanto a vitamina K2 é encontrada em alimentos fermentados e animais.
Como funcionam as vitaminas K1 e K2?

A vitamina K funciona ao lado do cálcio - um mineral incrivelmente importante que constrói material para ossos e dentes e desempenha um papel crucial em todos os tipos de processos biológicos. Mas os papéis da vitamina K1 e K2 são bastante diferentes, e muitos sentem que devem ser classificados como nutrientes separados por completo. Enquanto a vitamina K1 é usada principalmente pelo fígado para ativar proteínas de ligação ao cálcio envolvidas na coagulação do sangue, a K2 é usada para ativar proteínas que regulam o cálcio que fica no corpo.

Aqui estão mais benefícios da vitamina K2, explicando por que precisamos deste nutriente essencial.

1. Pode ajudar a prevenir doenças cardíacas

O acúmulo de cálcio nas artérias ao redor do coração é um enorme fator de risco para doenças cardíacas. Consequentemente, qualquer coisa que possa reduzir essa acumulação de cálcio pode ajudar a prevenir essas doenças. Sabe-se que a vitamina K2 ajuda a evitar que o cálcio seja depositado nas artérias. Um estudo realizado ao longo de um período de 7 a 10 anos em Roterdã, na Holanda, descobriu que aqueles que tiveram a maior ingestão de vitamina K2 foram 52% menos propensos a desenvolver calcificação das artérias e tiveram um risco 57% menor de morrer por doença cardíaca.

Além disso, outro estudo com 16.057 mulheres descobriu que as participantes com maior consumo de vitamina K2 apresentaram um risco muito menor de doença cardíaca. Verificou-se que, por cada 10 microgramas de K2 que elas consumiram por dia, o risco de doença cardíaca foi reduzido em 9%. Por conseguinte, concluiu-se que uma maior ingestão de vitamina K2 está fortemente associada a um risco reduzido de doença cardíaca, enquanto que a vitamina K1 parece ser menos útil neste quesito.

2. Pode ajudar a melhorar a saúde óssea e reduzir o risco de osteoporose

A osteoporose é um problema comum nos países ocidentais e é especialmente comum entre as mulheres idosas, aumentando fortemente o risco de fraturas. Há um pouco de evidência de ensaios controlados onde a vitamina K2 demonstrou ter grandes benefícios para a saúde óssea. Um teste realizado em um período de três anos em 244 mulheres pós-menopáusicas, concluiu que aquelas que tomaram suplementos de vitamina K2 tiveram diminuições muito mais lentas na densidade mineral óssea relacionada à idade. Além disso, longos estudos sobre mulheres japonesas mostraram benefícios semelhantes, embora utilizassem doses muito altas. A partir de 13 ensaios, apenas um não conseguiu mostrar melhorias significativas. Em sete desses testes, verificou-se que a vitamina K2 reduziu as fraturas da coluna vertebral em 60%, as fraturas do quadril em 77% e todas as fraturas não-espinhais em 81%. Devido a estas descobertas, os japoneses recomendam oficialmente suplementação de vitamina K para a prevenção e tratamento da osteoporose.

3. Pode melhorar a saúde dental

Os pesquisadores descobriram que a vitamina K2 pode afetar a saúde dentária. Com base em estudos em animais, devido ao papel que a vitamina K2 tem no metabolismo ósseo, é razoável supor que ela também afeta a saúde dental. Sabe-se que a vitamina A e D desempenham um papel importante, trabalhando em sinergia com a vitamina K2.

4. Pode ajudar a combater o câncer

Com o câncer em ascensão, encontrar estratégias de prevenção efetivas é de extrema importância. Vários estudos foram feitos sobre vitamina K2 e certos tipos de câncer. Em dois ensaios clínicos, sugeriu-se que a vitamina K2 reduz a recorrência do câncer de fígado e aumenta a chance de sobrevivência. Um estudo observacional realizado em 11 mil homens descobriu que uma alta ingestão de vitamina K2 foi associada a um risco 63% menor de câncer de próstata avançado, enquanto a vitamina K1 não teve efeito.

Como obter vitamina K2

Como humanos, podemos converter parcialmente a vitamina K1 em vitamina K2 no organismo. Isso é útil porque a quantidade de vitamina K1 em uma dieta típica é 10 vezes maior que a vitamina K2. Mas, as evidências atuais mostram que nos beneficiamos muito com o consumo de vitamina K2 diretamente. Esta vitamina é produzida por bactérias intestinais no intestino grosso e há algumas evidências de que antibióticos de amplo espectro podem contribuir para a deficiência da mesma.

Na dieta moderna, no entanto, a ingestão média deste importante nutriente é incrivelmente baixa. É principalmente encontrado em certos alimentos de origem animal e fermentada, que a maioria das pessoas não come muito. As fontes ricas de animais incluem produtos lácteos com alto teor de gordura de vacas alimentadas com pastagem, bem como o fígado e outros órgãos. As gemas de ovo também são uma boa fonte de vitamina K2. Embora seja necessário realizar mais pesquisas sobre esta vitamina solúvel em gordura, a pesquisa atual sobre vitamina K2 e seus benefícios para a saúde são extremamente promissoras.

Pesquise no Site por Assunto

AS 10 MAIS DO MÊS