tle>

28 de ago. de 2018

Pessoas com condições físicas inscreveis.


O barulho de um trem, o secador de cabelo, uma máquina fotocopiadora - tudo isso é motivo para Sara Karmen, uma britânica de 24 anos, sentir um orgasmo. Somente durante os 40 minutos de uma entrevista ao jornal News of The World, ela teve 5 orgasmos. A moça sofre da Síndrome de Excitação Sexual Persistente, que faz com que ela fique excitada por grandes ...

períodos de tempo, mesmo sem ter um estímulo sexual. “As vezes tenho muitas relações sexuais, na tentativa de acalmar-me, mas o meu namorado se chateia, porque atinjo o orgasmo com facilidade” – conta Sara. Ela explica que a síndrome aumentou depois que ela completou 19 anos, logo após começar a tomar antidepressivos. “Depois de algumas semanas, passei a sentir cada vez mais excitação. Tudo começou na cama, e o meu namorado estranhou a quantidade de orgasmos que eu atingia durante o ato sexual.”



john
John Perry sofre de um distúrbio que muitos gostariam de sofrer, nem que fosse por um dia. O inglês de 59 anos pode consumir a quantidade de alimentos que quiser e não consegue engordar. O distúrbio, chamado lipodistrofia, faz com que o corpo queime rapidamente a gordura que absorve. Quando tinha cerca de 12 anos, Perry comentou que começou a emagrecer sem nenhum motivo aparente. Os médicos, sem ainda saber a causa, imaginaram que ele estivesse sofrendo com uma úlcera estomacal e o orientou para que tentasse comer, na tentativa de aumentar o peso, mas sem nenhum resultado. O problema de Perry é causado pela produção de insulina, que é seis vezes maior do que uma pessoa normal.
win
Difícil acreditar que alguém consegue suportar temperaturas muito baixas. Wim Hof conseguiu provar que isso é possível. O holandês de 48 anos, que ficou conhecido como o “Homem de Gelo”, já correu uma maratona no Pólo Norte, apenas vestindo um short e nadou cerca de 80 metros em água gelada.Por uma condição incomum, Hof não sofre de hipotermia, como ocorre com a grande maioria dos seres humanos. Ao invés disso, o fluxo sanguíneo, que em temperaturas muito baixas é enviado apenas para os órgãos vitais, no caso dele, continua sendo fornecido para todo o corpo, não permitindo que ele sofra com ulcerações.
lamb
Que filhos pequenos mudam totalmente a rotina da casa, não é nenhuma novidade. Mas agora imagine, uma criança que não dorme, nem cochila por 3 anos. Foi o que ocorreu com Rhett Lamb, que não tinha experimentado uma soneca na vida. O problema era causado por uma anomalia no tecido cerebral, chamada: má-formação de Chiari. Parte do seu crânio era anormalmente pequena e acabava exercendo uma pressão sobre o cérebro.Em maio desse ano ele passou por uma cirurgia e finalmente dormiu. Seu pai declarou que dividiu com a mãe do garoto a responsabilidade de monitorá-lo durante o sono.
morris
Ashleigh Morris, uma australiana de 19 anos, não pode usufruir de hábitos comuns à jovens da sua idade. Ela não pode ter contato corporal com água. Morris sofre de um doença de pele raríssima, chamada Urticária Aquagênica, que é um processo de alergia extrema à água. Segundo reportagem do FOXNews, há 5 anos, Morris vem sendo obrigada a mudar seus hábitos higiênicos, pois chegar perto da água - para ela - faz com que sinta fortes dores. Quando Ashleigh se molha, seu corpo explode em feridas e caroços, que levam cerca de duas horas para aliviar.Como não há cura ou tratamento, Ashleigh preferiu parar de fazer esportes e tudo o que a faz suar.
aj
Uma californiana de 41 anos tem, reconhecidamente, a melhor memória do mundo. A mulher, que é conhecida apenas como “AJ”, lembra-se de quase todos os dias de sua vida, a partir dos 11 anos de idade. Segundo ela, sua memória passa como um filme, “ininterrupta e incontrolável”. Ela, por exemplo, lembra claramente do que ocorreu no episódio de “Murphy Brown” em 28 de março de 1988. Além disso, ela recorda-se de fatos mundiais, idas ao mercado, temperatura e outras tantas informações que pessoas comuns não conseguem recordar. A capacidade AJ é tão difícil de explicar que James McGaugh, Elizabeth Parker e Larry Cahill, neurocientistas da Universidade da Califórnia em Irvine, que a estudam já há sete anos, tiveram de batizar sua anomalia de síndrome hipertimésica.
natalie
Natalie Cooper, de 17 anos, moradora de Kent, no sudeste da Inglaterra, sofre de uma doença misteriosa: ela vomita toda vez que ingere algum alimento sólido. A única coisa que pode ela pode comer, com segurança, é a bala Tic Tac. Inicialmente, os médicos acreditavam que a menina sofria de bulimia, mas logo abandonaram a idéia. Por razões ainda inexplicáveis, o Tic Tac é a única comida que não a deixa mal. Porém, Nathalie precisa ingerir outros tipos de nutrientes através de uma fórmula especial, via tubo.A adolescente descobriu que poderia tolerar as balas de 2 calorias quando experimentou em casa. “Elas realmente me dão um pouco de energia, mas eu como mais para passar a fome. É psicológico”.Nathalie não possui a mesma energia de outros jovens. Após trabalhar numa loja por um tempo, ela não agüentou a intensidade de um turno de 6 horas. Em breve, ela espera se consultar com novos especialistas para buscar uma cura, antes de iniciar a vida universitária.
chris
Se você já teve soluços durante um longo espaço de tempo sabe o quanto é desagradável, para não dizer desesperador. Agora imagine um homem soluçando por mais de 1 ano, de forma ininterrupta. Pois, foi o que aconteceu com Chris Sands, de 24 anos. Chris soluça em média a cada dois segundos. Chris Sands, que é músico, disse que sua carreira ficou prejudicada e acredita que a cirurgia conseguirá lhe devolver uma vida normal. Segundo os médicos do Queen’s Medical Centre, um tubo será implantado no estômago de Chris para monitorar o nível de acidez, pois ele sofre de refluxo ácido, motivado por uma falha em uma das válvulas.Chris lembra que sua primeira crise ocorreu em 2006, mas logo passou. Entretanto, desde fevereiro de 2007, nem mesmo dormindo ele pára de soluçar. Desesperado, ele afirma que já ficou de cabeça para baixo, tomou susto, colocou uma linha vermelha na testa, bebeu água de várias maneiras diferentes.
kay
Kay Underwood, 20 anos, tem cataplexia, ou seja, qualquer espécie de emoção forte que tenha pode fazê-la desmaiar, devido ao enfraquecimento repentino dos músculos. Excitação, raiva, medo, surpresa, e até vergonha podem provocar o desmaio. Sua condição anormal foi descoberta há cinco anos, quando chegou a perder a consciência por mais de 40 vezes em um único dia.Tal como muitos dos doentes de cataplexia, Kay sofre também de narcolepsia - adormece sem mais nem menos.
debbi
Parece piada, mas Debbie Bird é absolutamente alérgica à tecnologia. Para ela, falar no telefone celular, cozinhar no forno de microondas ou dirigir um carro, são tarefas praticamente impossíveis. Tudo porque Bird possui uma sensibilidade ao campo eletromagnético criado pela maioria dos aparelhos eletrônicos. Como consequência, Debbie sofre com uma dolorosa alergia na pele e nas pálpebras, que acabam inchando e ficando 3 vezes maior do que o normal. Para diminuir o problema, ela criou uma espécie de zona livre da influência eletromagnética.
liam2
Liam Hoekstra nasceu quatro semanas mais cedo devido um pequeno buraco no coração, além de problemas nos rins, intolerância a lactose e refluxo estomacal. Vendo os problemas do garoto, a primeira atitude da mãe foi abandoná-lo.  Adotado pela família Hoeskstra, é bem cuidado, e alguns meses depois já estava curado de todos os problemas. A cura foi muito rápida, os pais logo perceberam que tinha alguma coisa diferente. Liam tem uma rara condição genética chamada “hipertrofia muscular ligada à miostatina”. O problema (se é que dá para chamar de problema) promove o crescimento dos músculos acima do normal, que não afeta o coração e não tem efeitos colaterais negativos (que maravilha hein), segundo os especialistas. Liam tem um corpo de causar inveja a qualquer praticamente profissional de musculação: tem cerca de 40% a mais de massa muscular do que o normal, força, agilidade, fôlego e um metabolismo rápido a ponto de não ter nenhuma gordura corporal. Só para ter idéia, com 5 meses o super menino já era capaz de fazer o movimento “a cruz”, aquele exercício feito por ginastas em argolas suspensas. Segundo sua mãe, com 8 meses Liam já fazia flexões na barra e tinha a barriga “rasgada”. Graças aos seus músculos, o pequeno Hulk nunca se machucou em quedas. Após um exame de sangue, os especialistas afirmaram que Liam não tem nenhuma mutação genética que bloqueia a produção de miostatina, mas um bloqueio natural. O caso do garoto é um dos aproximadamente 100 documentados em todo o mundo
jerlylyngdoh
Jerly Lyngdoh é um indiano de 26 anos que vive em Meghalaya, na Índia. Apesar da idade o rapaz ainda é um bebê. Medindo apenas 84cm, Jeryl sofre de uma condição raríssima e, devido à uma disfunção hormonal, ele está “preso” no corpo de uma criança de 2 anos. Sua capacidade mental também corresponde a de uma criança dessa idade, o que o torna o bebê mais velho do mundo. O único vestígio adulto em seu corpo é sua dentição. Especialistas que analisaram o caso afirmam que essa rara condição é causada pela limitada produção de hormônio do crescimento que impede que o corpo de Jeryl se desenvolva de forma normal. "Os traços infantis de Jerly são extraordinários, e a única coisa que ele compartilha com a idade real são os dentes. Ele é uma verdadeira raridade", disse o pediatra J. Ryndong. "Ele tem um caso oposto ao do envelhecimento acelerado, e temos razões para dizer que Jerly é uma raridade", afirmou Ryndong. Os médicos estudam como fazer com que o indiano retome o crescimento, deixando a infância, e consiga falar normalmente e ter um desenvolvimento mental compatível com a sua idade.
arvore
Dede, um pescador da Indonésia de 35 anos tem o corpo recoberto de uma espessa “casca” e bizarras “raízes” crescem em seus membros! Tudo começou quando Dede cortou o joelho na adolescência. Um pequeno ponto protuberante surgiu ao redor da ferida e dias depois eram vários. Os dias se passaram e tornaram-se anos. Os pontos espalharam-se e continuaram a crescer e se espalhar. A esperança surgiu para Dede quando um médico expert em dermatologia viu o “homem árvore” num documentário do Discovery Channel. O médico se interessou na hora pelo caso e voou para Jacarta. Após estudar o caso bizarro, o médico descobriu o que Dede tinha e propôs um tratamento que transformaria a sua vida. Testando amostras em uma biópsia feita com amostras do tecido e do sangue de Dede, Dr Anthony Gaspari da Universidade de Maryland concluiu que o “homem árvore” era na verdade um caso gravíssimo de Papilloma Virus (HPV),uma doença relativamente comum que aflige alguns humanos gerando verrugas e causando sofrimento. Mas o caso de Dede era extremo. Isso porque ele além do papiloma, tinha uma rara condição genética (lei de murphy, né?) que impedia que o sistema imunológico combatesse as verrugas. O médico propôs como tratamento doses de vitamina A sintética como forma de combater o crescimento das verrugas. O Dr. Gaspary acredita que o pobre Dede nunca será uma pessoa normal, dada a gravidade do caso, mas que com o avanço do tratamento, em alguns anos ele poderá até usar novamente as mãos.
tania1
Conheça Tanya Angus, a garota que transformou-se numa gigante em apenas 10 anos Parece que tudo aconteceu da noite para o dia. Até os 20 anos, Tanya Angus era uma garota com físico e aparência normais e que sonhava em ser atriz, mas tudo foi mudando muito bruscamente. Dos 1,81 m de altura e 53 kg , Tanya aumentou para 1,98 m e 200 kg, em apenas 10 anos - algo anormal para uma mulher nos dias atuais.  “É como se fosse outra pessoa. Eu olho no espelho e não me vejo”, declarou ela à NBC News. Tanya sofre de um distúrbio chamado “acromegalia”, mais comumente conhecida como gigantismo. Em alguns casos ela se manifesta como um tumor na hipófise que secreta quantidades excessivas de hormônio do crescimento. Embora a “gigante dos tempos modernos” tenha passado por três cirurgias cerebrais e tomar algumas drogas, o processo parece não surtir efeito - ela continua a crescer cerca de 25 cm por ano. Há dez anos, Tanya contou que começou a sentir fortes dores de cabeça e percebeu que seus sapatos já não cabiam. Sua voz foi modificando e ela começou a crescer novamente. Para complicar ainda mais, as pessoas começaram a pergunta-lhe se ela era homem ou mulher. Para quem sabe, os sintomas da doença normalmente incluem crescimento anormal das mãos e dos pé, juntamente com o alargamento das características faciais, como a sobrancelha, mandíbula e nariz. Outros sintomas podem incluir: dores de cabeça, dor nas articulações, fadiga, perda de visão, síndrome do túnel de carpo, alterações cutâneas, sudorese excessiva, ronco, formigamento nos braços e pernas, impotência e ausência de menstruação.
3pernas
Frank Lentini, o tripé humano - Não vá pensar maldades, Frank Lentini tinha literalmente 3 pernas. Ele nasceu em 1889 em Siracusa (Sicília) em uma família com onze filhos. Foi levado por sua tia, ainda bebê, para uma orfanato de inválidos, depois que seus pais recusaram-se a reconhecê-lo como filho. Lentini nasceu com três pernas, dois órgãos genitais e um pé no joelho da terceira perna. Assim, no total, ele tinha três pernas, quatro pés, dezesseis dedos dos pés, e dois órgãos genitais funcionais que eram tudo o que restou de um gêmeo parasita. Os médicos decidiram pela não remoção dos órgãos pois poderia resultar em paralisia e até a morte. Quando tinha nove anos de idade Frank deixou o orfanato de crianças inválidas na qual viveu certo período e foi levado para os EUA para ser exibido em circos de aberrações. Trabalhou no Ringling Brothers Circus fazendo um espetáculo de grande sucesso chamado "O Jogador de Futebol de Três Pernas". O que mais atraia o público era a maneira desengonçada de Frank ao se locomover com a bola, devido à diferença de comprimento entre suas três pernas. Apesar das adversidades, Frank nunca foi uma pessoa ressentida com sua deformidade, ele se mostrava orgulhoso por sua terceira perna e via nessa condição uma vantagem e não uma infelicidade. Estranhamente a única coisa que o incomodava em seu corpo era um dedo polegar extra que apareceu em um joelho de uma de suas pernas, Frank sempre procurou esconder esse dedão. Em 1930 Frank Lentini se tornou oficialmente um cidadão americano, nessa mesma década conheceu Thereza Murray, paixão fulminante que terminou em casmento que gerou quatro filhos. Foi reconhecido como um exímio jogador e conseguiu ganhar algum dinheiro com suas apresentações para os atletas das ligas de futebol. Seus filhos o descreveram como um pai presente, atencioso e muito amoroso, mas que no fundo sempre carregou certa tristeza por ter sido um dia rejeitado por seus próprios pais. Lentini morreu na sua casa em Jacksonville, Flórida no dia 22 de setembro de 1966.
velasques
Lizzie Velasquez tem 21 anos, mede 1,57 metros e pesa cerca de 26 quilos. Por dia, faz mais de 60 pequenas refeições altamente calóricas, mas sofre de um síndrome que a impede de ganhar massa gorda.  O Estranho Caso de Lizzie Velasquez Publicado em 01/07/2010 por Poison Heart Lizzie Velasquez tem 21 anos, mede 1,57 metros e pesa cerca de 26 quilos. Por dia, faz mais de 60 pequenas refeições altamente calóricas, mas sofre de um síndrome que a impede de ganhar massa gorda. Lizzie Velasquez tem praticamente 0% de gordura no corpo mas não é anorética. Sofre de uma síndrome rara que a impede de ganhar peso: para manter-se saudável tem de comer de 15 em 15 minutos. Ao todo, a norte-americana de 21 anos – que mede 1,57 metros e pesa cerca de 26 quilos – chega a fazer mais de 60 pequenas refeições por dia. “Eu como a cada 15 ou 20 minutos para manter os meus níveis de energia elevados. Consumo pequenas doses de batatas fritas, doces, chocolate, pizza, frango, bolos, gelados, massas e tortas durante todo o dia”, revelou em entrevista ao jornal “The Sun”, acrescentado que fica “muito chateada quando as pessoas pensam que sofre de anorexia”. O caso de Lizzie tem fascinado a comunidade científica, que já pediu a sua colaboração para um estudo genético dirigido pelo professor Abhimanyu Garg, da Universidade de Texas. Os exames realizados revelam que Lizzie pode ter uma forma de Síndrome Neonatal de Progeróides , que provoca envelhecimento precoce, perda de gordura da cara e do corpo e degeneração de tecidos. Embora ainda “sem qualquer previsão sobre o que poderá ser o futuro da jovem”, o professor Abhimanyu Garg continua a analisar antigos casos de pessoas com a mesma síndrome em buscas de respostas. Por agora, a conclusão é positiva: “Ela tem sorte de ainda ter dentes, ossos e órgãos saudáveis. A perspetiva é boa. Continuaremos a estudar seu caso e aprender com ela”. O pouco peso de Lizzie foi um marco na sua vida desde o primeiro minuto em que viu a luz: nasceu quatro semanas antes do tempo, pesando pouco mais que um quilo. À sua mãe os médicos afirmaram não ter ideia de como ela poderia sobreviver, uma vez que houvera um problema com o líquido amniótico. Lizzie foi sobrevivendo, mas as previsões dos médicos continuavam negras: era certo que a bebé nunca viria a ser capaz de andar, falar ou ter uma vida normal. Apesar de tudo, a atual estudante de Comunicação foi crescendo sem problemas de desenvolvimento dos ossos e órgãos internos.Os irmãos de Lizzie, Chris, de 12 anos, e Marina, de 15 anos, são ambos de estatura e peso normais. Em setembro de 2010 deverá ser publicado um livro onde Lizzie Velasquez  conta a sua experiência de vida.
elizane
Elisany Silva (Elizane Cruz Silva) é uma jovem brasileira nascida em 27 de setembro de 1995, em  Ajurutena no Pará, Brasil. A bela garota mede 2,06 metros e está na lista das jovens mais altas do mundo. Ser tão alta assim, não deve ser fácil, mas no momento ela está aproveitando a fama e já até recebeu convite para ser modelo. Elisany de apenas 14 anos, chama atenção com sua altura por onde passa e poderá ser considerada oficialmente a adolescente mais alta do mundo. A média brasileira para garotas dessa idade é de 1,51 metro e o quadro de Elisany é preocupante, pois ela continua crescendo e ultimamente tem se queixado de dores de cabeça e nas pernas, que podem estar relacionadas ao seu crescimento fora do comum. De família humilde, os pais se preocupam com o futuro, pois não podem pagar um tratamento adequado para a filha que não para de crescer.
khagendra1
Nascido no remoto distrito de Baglung, distante 200 quilômetros de Katmandu, no Nepal, a família de Khagendra Thapa Magar (60 cm de algura ) sempre soube que estava destinado a grandes coisas. "Ele nasceu pesando apenas 600 gramas", diz a mãe Dhana Maya Thapa Magar, 33 nos, que admitiu ter tido vergonha do filho no início. "Mas agora eu só sinto orgulho e estou 'desesperada' para ele ser nomeado como o menor  homem no mundo.""Sua fama se espalhou por todo o Nepal e na Índia", diz o pai Rupp Abrader Thana Magyar, 36. Ele viaja como parte de uma troupe circense dançando, para que as pessoas possam vê-lo. Apesar de não ser mentalmente desenvolvido como os outros rapazes da sua idade, Khagendra tem um fraquinho por meninas bonitas. "Uma das melhores coisas que acontecem quando eu viajo para dançar é que eu posso olhar para as meninas de Katmandu. Elas são muito bonitas e se vestem de forma diferente das meninas na minha aldeia."
paul1
A incrível história de Paul Karason, o homem azul - O homem da foto ao lado é Paul Karason, na época da foto (2008) tinha 57 anos. Ao contrário do que você pode pensar a foto não foi editada, ele não está usando maquiagem e nem seu monitor está com defeito, Paul Karason realmente tem essa cor azul acinzentada. A bizarra história do nosso incrível homem azul teve seu início na década de 90 quando ele começou a tratar uma dermatite com prata coloidal, tendo ainda por 14 anos feito uso da mesma substância por via oral. Segundo os médicos a coloração de Paul é tão intensa que inclusive seus órgãos internos já devem ter sido afetados. O uso da prata coloidal como antibiótico era comum até a década de 30, antes do surgimento da penicilina, desde 1999 sua utilização como medicamento está proibida pelo FDA norte-americano, mas ainda é uma substância facilmente encontrada em alguns suplementos alimentares e que pode inclusive ser produzida em casa com equipamentos de baixo custo destinados a utilização em criações de aves para abate. Paul declara não ter planos de suspender o uso do medicamento ou procurar um médico para tratar-se, inclusive porque segundo médicos que foram entrevistados sobre o caso, mesmo que fosse suspenso o uso da prata a coloração azulada que Paul adquiriu é permanente.
criancagrande
A criança deixou muitos médicos e cientistas confusos depois de ter sido levada para um hospital nesse mês (08/2010), por causa de uma febre. Com seus 10 meses de idade ele já pesa 20 quilos – peso normal de uma criança de seis anos. Atualmente, testes estão sendo feitos para esclarecer porque ele tem uma taxa de crescimento tão anormal. Segundo os pais de Lei-lei, ele passa o dia inteiro sendo amamentado ou dormindo e, quando encontra algum objeto que lhe interessa, instintivamente o coloca na boca e tenta mastigar.De acordo com dados do governo chinês, Lei-lei seria apenas a ponta do iceberg na questão da obesidade chinesa. Mais de 60 milhões de chineses são obesos e 200 milhões têm sobrepeso.
rudysantos
O filipino Rudy Santos, de 55 anos, é um fenômeno médico. Com quatro braços e três pernas, ele apresenta uma das condições mais raras de que se tem notícia – um gêmeo parasita. Rudy, conhecido como “Homem-polvo”, conseguiu sobreviver de sua condição, exibindo-se em carnavais e shows com aberrações durante a década de 1970 e 1980, mas tempos difíceis o obrigaram se isolar durante 10 anos, vivendo na pobreza. Mas ele continua sendo uma lenda local no circuito de carnavais, apesar de seu misterioso desaparecimento. Agora Rudy, o mais velho gêmeo parasita do mundo, é obrigado a confrontar seu passado e enfrentar seu futuro para seu próprio bem e o de sua família. As câmeras o acompanham em sua emocionante jornada, iniciada ao ouvir pela primeira vez uma opinião médica, vinda da principal autoridade em separação de gêmeos siameses das Filipinas, o Dr. Vicente Gomez. Dr. Vicente submete Rudy a uma série de exames , e sua equipe de especialistas descobre como seu gêmeo foi formado dentro de seu corpo e que partes dele ainda existem. Ele tem uma espinha? Que órgãos manteve? Rudy também irá descobrir se é possível realizar uma cirurgia, apesar da idade avançada. Enquanto aguarda os resultados dos exames, ele empreende emocionante jornada para reencontrar sua família, composta por 11 irmãos e irmãs que estiveram rezando por seu retorno. É a primeira vez que ele apresenta sua filha à família.  Enquanto Rudy decide se irá aceitar a oferta de uma cirurgia gratuita e reflete sobre os erros que um procedimento tão complicado acarreta, sua história fascinante revela um personagem inspirador que nunca acreditou que sua condição fosse debilitante. Ele conseguirá dizer adeus a seu gêmeo?
yvone 
Yvonne Simon, de Essex, na Grã Bretanha, tem um tipo raro de alergia que torna impossível para ela sair para fazer algumas compras: ela é, literalmente, alérgica a dinheiro. Yvonne é conhecida como a mulher mais alérgica da região, já que não são apenas verdinhas que causam alergias nela. Seu corpo não consegue suportar, além de dinheiro, perfumes, desodorante, tinta, bebidas gaseificadas, água mineral, chocolate, cebola, nozes, peixe, chá, café, laranja, tomate, látex, talco, laticínios, trigo, arroz branco, aveia, açúcar refinado, doces, fumaça de cigarro, ouro, prata, corantes alimentícios, água da chuva – e isso só para citar alguns itens da enorme lista de alergias da moça.Você pode se perguntar o que, afinal, ela come. Sua dieta é feita de arroz integral, açúcar mascavo, lentilhas, maçã, cenoura e água filtrada. Como a maioria das mulheres, Yvonne gosta de sair para fazer compras. Mas nos últimos meses ela sente dores terríveis cada que tentava comprar alguma coisa – e não era sua consciência pesada por estar sendo consumista. Depois de inúmeros testes, os médicos constataram que Yvonne é alérgica, também, à tinta usada em notas e em recibos e a substâncias presentes em moedas. E, como se isso não fosse ruim o suficiente, o látex está presente em sua lista de alergias, então ela não pode nem usar luvas de borracha para manusear dinheiro.Yvonne diz que odeia ser assim, mas, por enquanto, suas alergias são incuráveis. Como ter múltiplas alergias como ela é um fenômeno muito raro, também é difícil que algum laboratório de medicamentos resolva investir muito dinheiro para criar um antídoto, já que seriam poucos compradores.
zasc43
zalto1
zalto2
zalto3
O homem mais alto a pisar no mundo, reconhecido pelo Guinness Book, foi Robert Wadlow. Ele nasceu na cidade de Alton (EUA), e ficou conhecido como Gigante de Alton ou Gigante Gentil. Sua altura máxima foi de 2,72m, aos 22 anos de idade. Esta estatura impressionante o levou a ter uma vida única, tornando-se uma celebridade nos Estados Unidos. Robert Pershing Wadlow nasceu no dia 22 de fevereiro de 1918, na cidade de Alton, no estado de Illinois, ao longo do rio Mississippi. Ele foi o primeiro filho do casal Harold e Addie, e nasceu completamente normal, com 3,8kg. Os pais e seus outros quatro irmãos mais novos tinham altura normal. Depois do nascimento, porém, Robert começou a crescer muito rápido. Com apenas seis meses de idade, ele pesava 14kg, o dobro de um bebê deste tamanho normalmente pesa. Com um ano, ele pesava 20kg, e com um ano e meio pesava 30kg. Quando tinha dois anos, já tinha 91cm de altura.
Com apenas cinco anos de vida, Robert já media 1,63m e pesava 48kg. Esse é o tamanho médio de uma mulher adulta atualmente. Quando ele entrou na pré-escola, ele já usava roupas de adolescentes de 17 anos. Suas professoras relataram que ele era muito bem comportado e inteligente para sua idade. Sua maior dificuldade era encontrar carteiras grandes o suficiente para que ele sentasse confortavelmente. Quando ele fez oito anos, poucas lojas tinham roupas do tamanho dele, e ele virou cliente fiel de alfaiates. Com nove anos, Robert já conseguia levantar o próprio pai e carregá-lo por um lance de escadas inteiro. Com dez anos, ele tinha 1.95m e pesava 95kg. Com 13 anos, Robert entrou para o grupo local de escoteiros, e se tornou o maior escoteiro do mundo, com 2,24m. Ele usava um uniforme feito sob medida, assim como saco de dormir e barraca. Com esta idade, ele tinha que consumir cinco vezes mais calorias por dia quando comparado com outros meninos da sua idade. Ao se formar no ensino médio, ele media 2,54m e pesava 177kg.
Logo antes de seu 12o aniversário, sua família o levou para ser examinado no hospital Barnes, em St. Louis. Ali, o menino de mais de dois metros de altura finalmente foi diagnosticado com uma hipófise muito ativa. A pequena glândula que fica na base do crânio é a responsável pelos hormônios do crescimento. A causa mais comum para que esta glândula seja muito ativa é um tumor benigno (adenoma) que faz com que hormônios sejam produzidos excessivamente. Atualmente, intervenções médicas podem controlar o problema, como medicação ou cirurgia. Mas na década de 1930 não havia tratamentos disponíveis. Por isso, Robert continuou a crescer.
No feriado norte-americano de 4 de Julho de 1940, aos 22 anos de idade, Robert participou de um desfile em Michigan. Na manhã seguinte, ele tinha uma febre de 41°. Um médico foi chamado e constatou que seu novo aparelho ortopédico para as pernas havia causado uma séria ferida na pele. Em situações normais, essa ferida seria terrivelmente dolorosa e a pessoa procuraria atendimento médico mais rápido, mas como sua circulação das extremidades era comprometida e Robert não tinha sensibilidade nessa região, ele não percebeu o problema. Robert não pode ser levado para um hospital porque não havia cama grande o suficiente para ele, então ele continuou em seu hotel, recebendo atendimento médico. Apesar de enorme esforço da equipe médica, sua situação não melhorou e ele morreu da infecção enquanto dormia, na madrugada do dia 15 de julho de 1940.
 Leia também - Olhos de Cores Diferentes
lindsay3
Lindsay Hayward tem 23 anos de idade, 2,06m de altura e pesa cerca de 109 kgs. A moça de Miami estava ganhando fama na WWE, mas em Setembro de 2010, foi demitida devido algumas fotos eróticas dela que circulam pela internet. Lindsay consegue pegar um homem de 100kg e girá-lo como se fosse um brinquedo. Dizem que ela faz supino com mais de 300 kgs !!!
Brooke_Greeberg
2010 - Ela tem 17 anos de idade. Ano que vem, atinge a maioridade, o que lhe permitiria votar, dirigir, e ser considerada uma mulher adulta. Mas Brooke Greenberg não é como as outras meninas da sua idade: ela parou no tempo. Em um verdadeiro enigma para cientistas e médicos, ela simplesmente não envelhece. Continua com o corpo de um bebê , 76 centímetros de altura, e sua idade mental é de uma criança de seis meses. Ela reconhece sons e movimentos e parece compreender algumas coisas, mas não é capaz de falar, apenas balbucia. Tudo como uma criança com menos de um ano de idade. Seu caso está sendo a “principal atração” de uma conferência em Londres, sediada nessa semana, com especialistas em genética e envelhecimento do mundo inteiro. Os pesquisadores acreditam que entender a situação de Brooke seria uma chave para entrar em aspectos ainda desconhecidos do DNA humano, e descobrir porque, geneticamente falando, as pessoas envelhecem. Ou, nesse caso, deixam de envelhecer. A menina americana teve um nascimento normal.
Até um ano de idade, parecia um bebê comum e saudável, já que sua condição física e mental era idêntica à que ela apresenta hoje, dezesseis anos depois. Quando completou dois anos, os médicos e familiares começaram a perceber que algo estava errado. Confusos, os doutores inicialmente apelidaram sua doença de síndrome X.A expectativa sobre o que as descobertas sobre Brooke podem proporcionar são grandes: “Se compararmos o seu DNA ao de uma pessoa normal, podemos talvez descobrir como controlar ou retardar o envelhecimento. Seus genes ajudariam a controlar síndromes como Alzheimer e Parkinson, além de permitir às pessoas viver mais”, afirma um professor da Escola de Medicina da Flórida, que coordena as pesquisas sobre o caso dela. Os pais não se opõem ao “uso” que a ciência faz e ainda fará de sua filha. “Esperamos que as pesquisas no genoma dela possam ajudar toda a humanidade”, afirmou o pai dela. “Brooke é uma criança maravilhosa. Ela é muito pura. Ainda balbucia como um bebê de seis meses, mas nós sempre sabemos exatamente o que ela quer dizer”.
Lei_Min
Lei Yadi Min, uma garotinha asiática de 1 ano e 4 meses de idade, nasceu em outubro de 2009, com seis dedos em cada mão e sete em cada pé, totalizando 26 dedos, o que estabeleceu novo “recorde” mundial de polidactilia  no Livro Guinness. A garota, vive hoje, em uma pequena casa de madeira na cidade South Okkalarpa, nos arredores de Yangon, em Mianmar. Segundo o cirurgião Craig Camasta, de Atlanta, na Geórgia, muitos pais de bebês com polidactilia optam por uma operação que remove os dedos extras para evitar o estigma social, mas o procedimento não é necessário.
Lu_Hao
Garoto chinês de 3 anos pesa 60 kg - 23/03/2011 - Lu Hao nasceu com apenas 2,6 kg, bem magrinho, mas depois só engordou.Hao começou a engordar rapidamente aos três meses. "Nós tínhamos que alimentá-lo ou ele choraria sem parar", disse sua mãe, Chen Yuan, ao "Mail". Hoje, ela não consegue pegar o filho no colo. "Não há ninguém tão grande na família dela ou na minha", disse Lu Yuncheng, pai de Hao. Ele pesa cinco vezes mais do que uma criança da mesma idade. Ele come muito. Seus pais afirmam que o garoto chega a comer três tigelas de arroz por refeição. Quando tentam impedir de comer excessivamente, Lu Hao chora e esperneia até conseguir se alimentar. Devido seu tamanho, Lu Hao foi banido do berçário. Mantê-lo no berçário é um perigo para as outras crianças.O menino foi levado a três hospitais e um disse que ele teria um tumor na cabeça, já as outras negaram esta informação. "Os médicos disseram que seus hormônios estão em um nível normal. É difícil saber o motivo dele ser tão grande."Os pais do menino chinês Lu Zhihao, não sabem explicar como o filho ganhou tanto peso. Ele tem 1,10 m de altura e pesa 62 kg. Os pais já levaram a criança a diversos hospitais, mas a causa da obesidade permanece desconhecida. A razão mais provável seria os hábitos alimentares do menino. Lu Zhihao é bem maior que os colegas de sua idade e tem dificuldade para praticar atividades físicas. Hao odeia andar e vai passear em uma pequena moto. Seu brinquedo favorito é um boneco do Superman: "ele pode voar e bater nos homens maus", disse o garoto. Questionado se gostaria de voar como o Superman, Hao ri e responde: "não, sou gordo demais".
Ivan
Um menino croata de 6 anos é capaz de atrair peças de metal ao próprio corpo. Para isso, basta o garoto Ivan Stoiljkovic levantar a blusa. O Menino-Imã, como ele é chamado, pode sustentar até 25 quilos de objetos como talheres, panelas e até celulares. Moradores de Koprivnica, cidade natal de Ivan, garantem que o garoto também tem poderes de cura. Familiares afirmam que o Menino-Imã usa a energia de suas mãos para aliviar as dores de estômago do avô. Ele também já teria amenizado as dores de um vizinho que foi atropelado por um trator. Os poderes de Ivan chamaram a atenção de médicos, que buscam uma explicação para o fenômeno. O jovem foi submetido a uma bateria de testes, mas os resultados foram considerados inconclusivos.
Maria_Aldenete
Maria Aldenete é considerada um caso raro na medicina e não conseguiu crescer por causa de um problema na tireóide. Maria Aldenete, é uma cearense de 29 anos que nasceu com uma disfunção na glândula endócrina e que impediu que seu corpo se desenvolvesse naturalmente.O dente é de leite. O cabelo é o mesmo que ela nasceu. Tudo ainda é de nascença. Mulher em corpo de criança, Nete chama atenção do Brasil e traça paralelos com o filme O curioso caso de Benjamin Button onde o personagem, interpretado por Brad Pitt, nasce velho e vai rejuvenescendo com o passar do tempo até morrer em corpo de criança. Nete, que vive um caso real, é mais um exemplo do descaso da nossa saúde pública. Segundo o Dr. Miguel, um dos maiores endocrinologistas do Ceará, Nete poderia ser uma mulher normal se tivesse tratamento adequado logo após ter nascido. Nete que mora em Muquém uma comunidade do município de Caucaia, no Ceará, conta com a bondade da segunda esposa de seu pai que a adotou como filha.
Supatra
Supatra Sasuphan, 11 anos, tem uma rara síndrome chamada Ambras ou Hipertricose Congênita, que faz com que cresça muitos pêlos por todas as partes do corpo. Até mesmo uma depilação a laser é ineficaz para ela. Em sua escola, em Bangkok, Supatra foi apelidada de “menina lobo” e “cara de macaco”. Ela reconhece que sua síndrome a tornou extremamente popular. Ela também se orgulha por está no Guinness World Record, o livro dos recordes mundial. “Estou muito feliz por estar no Guinness World Records!”, disse. Supatra tem cabelos grossos crescendo em seu rosto, orelhas, braços, pernas e costas. Apesar da síndrome não impedi-la de ter uma vida quase normal, Supatra espera que um dia seja encontrada uma cura para a sua doença.Supatra é uma das 50 pessoas conhecidas ao redor do mundo que sofrem da raríssima Síndrome de Ambras. Antes de ser reconhecida como uma síndrome, as vítimas eram conhecidas pela sociedade como “lobisomens”. Esta doença causa em Supatra o crescimento de grossos pelos no rosto, orelhas, braços, pernas e costas. Inclusive, o tratamento com laser não deteve o crescimento dos pelos na menina. “Ela é uma garota extraordinária”, disse à imprensa Marco Frigatti, um dos jurados do Guinness. “Ela tem orgulho do que é e quer ser tratada como uma pessoa normal. Não é ela que tem problema; nós que as tratamos de forma diferente é que temos problema”, concluiu.
kerri_2
Creio que todos devem conhecer a infame piada da barriga de vento, pois os médicos britânicos estão desconcertados com Kerri Dowdswell, uma jovem de 23 anos, que tem uma misteriosa condição, que faz com que minutos após comer, seu estômago inche de forma que fique parecendo uma mulher grávida a ponto de dar a luz. O gosto de comer deixou de ser um "gosto" para converter-se em todo um pesadelo, ainda que após algumas horas seu estômago reduza a seu tamanho normal, mas o problema é que Kerri agora tem que usar roupas de gestantes quando faz uma refeição. A condição de Kerri é conhecida como "food babies" (bebê de comida), e os médicos que fazem o acompanhamento passaram uma década tratando de descobrir quais as possíveis causas. Kerri não tem nenhuma alergia nem é intolerante a nada, e ainda que tenham eliminado alguns grupos de alimentos de sua dieta, sua "barriga de vento" não cede. Kerri, de Cannock, Staffordshire, diz que é vergonhoso quando lhe perguntam quando vai dar a luz, ao que ela explica que "seu bebê" foi um churrasco que acabou de comer.
Toda vez que vai comer, deve estar prevenida com roupas largas, motivo pelo qual comprou um par de jeans para gestantes com cintura elástica, só assim se sente cômoda. A imagem de sua enorme barriga mostrada na primeira imagem deste post, foram feitas só meia hora após comesse uma pequena fatia de torta de cerejas. Em princípio os médicos acreditavam que poderia estar sofrendo de uma reação ao glúten, mas apesar de eliminar todos os produtos de trigo de sua dieta, continuou inchando. Submeteu-se também a testes para a síndrome de cólon irritável, que também é uma causa de inchaço, mas todos deram negativos. Sem ter mais o que fazer, os médicos acham que ela deverá viver com este problema pelo resto da vida. Kerri aceita sua condição e é otimista com o futuro.
mandysellars
A vida nunca foi fácil para Mandy Sellars. Ao nascer, os médicos disseram à mãe dela que ela teria apenas uma semana de vida.Desde então, ela vem lutando a cada dia. Mandy começou a notar que havia alguma coisa errada com suas pernas quando ainda estava na primeira infância. Desde que nasceu, suas pernas não pararam mais de crescer. “Elas ainda estão crescendo” – Diz Mandy. Os cientistas não sabem a causa da estranha doença e ao que parece, a única alternativa para Mandy seria a amputação completa de seus membros inferiores. Ela se recusou a fazer isso e desde então vem tendo cada vez mais dificuldade para se locomover, dados os tamanhos mastodônticos de seus membros. Inicialmente os médicos pensaram que ela sofria de síndrome de proteus, mas esta hipótese foi afastada. Hoje, sabe-se que ela tem uma doença ainda desconhecida. A Dra. Susan Huson, do St Mary’s Hospital, em Manchester é uma geneticista que estuda o caso e pensa em dar à nova doença o nome de “Síndrome Sellars” em homenagem a Mandy.
azul_3
azul_2
Garoto chinês tem olhos que brilham no escuro e intriga médicos,23/01/2012 - Anomalia do menino permite que ele enxergue bem, até mesmo quando não existem fontes de luz no local.Uma anomalia pouco comum está intrigando os médicos chineses que atendem o jovem Nong Youhui. O garoto chinês nasceu com olhos azuis – o que é muito raro entre os chineses – e uma incrível capacidade de enxergar no escuro – o que é raro entre qualquer povo. O mais fascinante é que os olhos do menino são como olhos de gato, pois brilham quando há pouca presença de luz. O pai de Nong disse que, quando a criança era menor, os médicos falaram que os olhos do filho voltariam a ser pretos como o de qualquer outro chinês. Mas a criança cresceu e a anomalia não retrocedeu. O grande problema, para Nong Youhui, é relacionado às situações em que a luz é muito forte, pois os olhos azuis dele bloqueiam pouca luminosidade. O caso vem sendo estudado há anos, mas ainda não há respostas concretas dos cientistas.
lobi2 lobi1
lobi3
Uma rara doença genética está deixando o chinês Zhang Hongming famoso por onde passa, ele desperta a curiosidade de todos inclusive dos médicos. Zhang possui uma mancha escura e peluda em parte do corpo, deixando-o parecido com um lobo. O lobisomem chinês apelido que recebeu devido à mutação, chegou até a ser depilado pelos médicos para ver sua pele abaixo dos pelos. (2012)
ana
A escocesa Anna Swan (1846-1888), uma mulher notável que estabeleceu um conjunto de recordes relativos à sua massa. Nascida de tamanho normal, ela começou a crescer a uma velocidade prodigiosa na infância, chegando finalmente a uma altura máxima de 2,38 metros com 19 anos. Ela se juntou a um circo e percorreu o país, onde se apaixonou pelo também gigante Capitão Martin Bates, que media mais de 2 metros. Eles se casaram em 1872, tornando-o casal mais alto no mundo, recorde que permanece até hoje. Em 18 de junho de 1879, ela deu à luz ao maior bebê da história, que pesava 11,79 quilos e media 86 centímetros de comprimento. Na verdade, por causa disso, a criança só conseguiu ser extraída de seu corpo pelo uso de ferramentas, e não sobreviveu. Seus restos estão em exibição em um museu. Geralmente a maior parte do bebê é a cabeça; sabemos que seu crânio media cerca de 48 centímetros de circunferência, por isso, a dilatação mínima de passagem seria um pouco mais de 15 centímetros (e isso é muito grande, já que a dilatação normal de parto é de 10 centímetros).
zhang a vovo de chifre
 Zhang Ruifang é uma senhora que vive em Linlou Village, na província de Henan – China – e tem 103 anos de idade! Em entrevista ao jornal DailyMail, Zhang Guozheng – um dos seis filhos da dona Ruifang – disse que foi em 2009 que a família começou a perceber o crescimento da protuberância na testa da mãe e o “chifre” já teria alcançado 6 centímetros de comprimento. Além disso, um segundo ponto começou a crescer no outro lado da testa. Longe de ser uma pessoa amaldiçoada (Zhang diz sofrer muito com o problema, pois as protuberâncias sempre são comparadas a chifres de algum ser “maligno”), a chinesa sofre de uma disfunção conhecida como Cutaneum cornu. Esses chifres são compostos de queratina compactada (o mesmo material das suas unhas, por exemplo) e sua retirada pode ser feita através de cirurgia (apesar da retirada não resolver o problema, que pode tornar a ocorrer). A Cutaneum cornu é comum em pessoas idosas e de pele clara, com idades entre 60 e 70 anos.
Jyoti Amge
2013 - Com 62,8 centímetros de altura, Jyoti Amge é a menor mulher do mundo. Esta semana, a indiana de 19 anos está em Nova York (EUA) contratada como garota-propaganda do Livro Guinness dos Recordes. Jyoti circula pela Big Apple acompanhada dos pais e de um tradutor. Eles visitaram cartões postais da cidade americana, como o Empire State, o edifício mais alto de Nova York. A indiana também passou por nova medição. A altura continua a mesma. O sonho de Jyoti é ser atriz de Bollywood, a meca do cinema da Índia.
incirvel1
Este caso pode parecer estranho e irreal, mas é um totalmente verídico. Huang Yijun, uma idosa chinesa já com 92 anos “deu à luz” a um litopédio, conhecido também como “Stone Baby” (de lito – pedra, pedo – criança; “criança de pedra”). Litopédios são fenômenos bastante raros que começam normalmente com a fixação do óvulo fecundado fora do útero resultando em uma gravidez ectópica, geralmente nas tubas uterinas que quando morto, acaba calcificando ainda dentro do corpo da mãe. De acordo com um artigo da Journal of the Society of Medicine, pouco mais de 250 casos de litopédio foram registrados até 1996 e duram em média 22 anos. Acredita-se que muitos destes fenômenos se passam sem se quer ser diagnosticados.Quando um feto em estágio avançado de desenvolvimento morre, sua expulsão ou absorção natural pelo organismo é muito difícil e então, em casos raros, inicia-se lentamente um processo de calcificação resultando em litopédio. O processo ocorre como uma forma do organismo de proteger o corpo da mãe de uma infecção devido ao processo de decomposição do feto. O caso de Huang Yijun foi duplamente atípico pois além de desenvolver uma “gravidez pétrea”, o fenômeno durou pelo menos 60 anos. Huang engravidou em 1948 e o feto morreu ainda em seu corpo. Sem dinheiro, Huang resolveu não tomar nenhuma providência e esperar que o próprio corpo expulsasse o feto. O tempo se passou, um litopédio se desenvolveu e ficou “hospedado” no corpo de Huang por cerca de 60 anos e só em 1998 foi descoberto e retirado.
Foto original de Eduard
Dentro da história das deformidades humanas nos deparamos com casos assustadores e, ao mesmo tempo tristes, de pessoas que nasceram com os mais inusitados tipos de deformidades. Em tempos antigos, eram muito comum esses seres humanos pararem em circos de Freak Show para se tornarem atrações bizarras para um público mórbido por esquecerem que um ser humano com alguma deficiência, seja ela grave ou não, continua sendo um ser humano, com sentimentos, anseios, medos e desejos. Dentre essas pessoas que nasceram com alguma diferença, uma história chama atenção, pela raridade do caso e pela triste história de vida: é o caso de Edward Mordake. A verdadeira história de Edward foi perdida no decorrer do tempo.
Seu caso inusitado ocorreu no início da história médica e é referenciado apenas em relatos de médicos. Na verdade, a história de sua vida tornou-se tão confusa com o passar dos anos que não há uma data sólida de seu nascimento ou morte, nem fontes concretas para os pesquisadores modernos. A única prova concreta de sua existência é uma foto onde as duas faces aparecem. Em seu caso, poderia parecer apenas um caso de gêmeo parasita, mas para muitas pessoas e para ele mesmo, o que existia em seu crânio era algo mais sombrio. É difícil estabelecer os fatos por trás da condição de Edward Mordake devido à falta de confiança nos registros médicos. Nem mesmo a sua data de nascimento e morte foram registrados, e há relatos conflitantes sobre seu suicídio, bem como a colocação e posição de seu rosto extra. Muito do que se conhece é baseado em relatos diversos. Edward nasceu com uma rara e estranha deformidade em seu crânio, o qual possuía na parte de trás um segundo rosto completo, com olhos, nariz e boca. Na face flácida e desfigurada em sua nuca existia algo sombrio e assustador, algo que deixava atordoado todos que a observavam, algo que o próprio Edward classificava como sendo “Demoníaco”. Edward era herdeiro de um importante título de nobreza na Inglaterra ao qual nunca reclamou, tirando sua face na nuca, podia ser considerado um homem belo e era um músico talentosíssimo e brilhante fidalgo. Tinha tudo para ter uma vida feliz, mas em sua nuca carregava a tristeza de sua vida. Edward possuía outra face em sua nuca, uma face que todos, inclusive ele próprio diziam ser desfigurada e “do mal”.
Era algo absurdamente anormal que não comia, mas podia grotescamente rir e chorar. Alguns relatos afirmavam que olhar a face diretamente era extremamente desconfortável. As pessoas diziam que os olhos da face expressavam inteligência e raiva e seguiam as pessoas lentamente como se estivesse estudando aqueles que visualizavam. Outros relatos apontavam para uma espécie de sorriso sarcástico que lentamente se formava na desfigurada face como se quisesse demonstrar um ódio oculto. Era quase impossível observa-la por muito tempo. Claro que Edward sofria muito com isso, em seu confinamento e solidão, afirmava ser impossível conviver com aquele “Demônio”. Edward a solicitar a todos os médicos que conheceu a retirada da segunda face, mas seu pedido não poderia ser atendido, pois Edward morreria na cirurgia. Alguns relatos sobre o demônio da nuca de Edward Mordrake são impressionantes. Ele afirmava que sua segunda face era o próprio Demônio, quando estava triste a face sorria e algumas vezes até gargalhava. À noite, rotineiramente, Edward era acordado na madrugada por sussurros feitos pela face deformada. Eram palavrões e um choro enlouquecedor que tinham como objetivo afetar o pobre Edward.
O final da história foi trágico. Edward se matou aos 23 anos de idade. Alguns afirmam que ele envenenou-se, já outros relatos afirmam que ele disparou um tiro bem entre os olhos da “Face demoníaca”. Contudo em sua carta de despedida deixou bem claro: “Peço que retirem esse demônio de meu corpo antes que me eternizem em terra, pois pretendo e solicito dormir a eternidade sem os lamentos do inferno”. Seu pedido foi atendido pelos médicos Manvers e Treadwell que cuidavam do caso. Edward Mordake foi enterrado em uma cova de terra barata e sem qualquer tipo de lápide ou escultura, conforme seu desejo final.
aqua1
Em 2010, o mergulhador dinamarquês Stig Severinsen pulou em uma piscina cheia de tubarões e prendeu a respiração por 20 minutos e 10 segundos, quebrando o recorde Mundial do Guinness anterior para o maior tempo prendendo a respiração de forma voluntária. Dois anos depois, o destemido Stig fez de novo, quebrando seu próprio recorde notável, segurando a respiração por um escalonamento de 22 minutos. Se há uma coisa parecida a um Aquaman na vida real, é esse cara. Stig que é médico e mestre em biologia, é mais conhecido por participar de desafios mais extremos, incluindo natação em água gelada. Antes de definir o seu recorde mundial de apnéia, ele nadou cerca de 72 metros (14,5 metros a mais que Wim Hof, o detentor do recorde anterior), nas águas abaixo de zero do Mar do Norte. Depois de tomar algumas lufadas de ar, ele mergulhou os pés em um buraco aberto no gelo. Assim que estava na água, começou a nadar para o próximo buraco vestindo apenas uma sunga azul. O próximo buraco em forma de triângulo estava a 72 metros de distância e não havia outra rota de fuga a meio caminho, o que tornou o desafio extremamente perigoso. Depois de alcançar seu destino em apenas 96 segundos, o temerário de 40 anos permaneceu no buraco frio um pouco mais, como que para provar que o frio não o afetava nem um pouco. Seria de esperar que depois de nadar essa distância na água gelada, ele imediatamente correria de encontro a algumas roupas quentes, mas o nosso herói ficou ali com os cotovelos sobre o gelo, sorrindo e agradecendo a todos como se estivesse em uma banheira de água quente ou em algum lugar nas Bahamas.
Após essa experiência, o fato de que ele pode prender a respiração por dezenas de minutos, nem parece algo muito extremo. No entanto, ninguém no mundo pode fazê-lo, a não ser ele. Ao tentar bater o seu próprio recorde de prender a respiração debaixo d'água, de volta em 2012, Stig foi acompanhado apenas de seu irmão, um médico, que constantemente monitorava os sinais vitais.Antes de disparar o cronômetro, ele fez sua rotina chamada apneia de pré-oxigenação estática, que envolve a inalação de oxigênio puro. Ao eliminar o nitrogênio e dióxido de carbono, que compõem mais de 78% do ar que respiramos naturalmente, ele foi capaz de saturar seus pulmões com oxigênio, que o ajudou a realizar este exercício extremo. Mas, a fim de conservar o precioso oxigênio, Stig também cuidou anteriormente para que a água da piscina fosse mantida em torno de 30 graus Celsius para que pudesse diminuir sua freqüência cardíaca até impressionantes 30 batimentos por minuto. Depois de 20 minutos e 10 segundos este x-man da vida real já tinha batido o seu próprio recorde, mas ele decidiu ficar mais um minuto e 50 segundos adicionais apenas para se divertir. No final, conseguiu segurar a respiração por exatamente 22 minutos.
Aparentemente, Stig é uma espécie de híbrido super-humano ou peixe-humano com uma capacidade pulmonar de 14 litros, duas vezes a mais que a média das pessoas. Além de seus pulmões incrivelmente fortes, ele também sempre gostou muito de água, especialmente de água gelada. Quando era jovem, gostava de ir mergulhar em cavernas de gelo. Também jogou hóquei subaquático e rugby e debaixo d'água. Stig é o autor de um livro chamado "Breatheology", no qual descreve a rotina de respiração que faz antes de qualquer desafio. Em suma, meditação e controle são fundamentais já que o pânico exige que o corpo queime mais oxigênio. Stig também tem uma Academia Breatheology, onde ensina atletas famosos a ciência da respiração. Suas lições não são muito baratas, ele cobra até 22 mil reais por semana para ensinar a suspensão extrema da respiração de cada aventureiro que pode pagar. Este Aquaman da vida real diz que sua habilidade mais importante é ser capaz de separar-se de seu corpo e lutar contra a dor.
- "Eu não sou diferente de qualquer outra pessoa", afirma. - "Eu só tenho a capacidade de desligar o registro sensorial da dor e desconforto"., conclui
wei
2013 - Xiao Wei é um garotinho chinês da, província de Guangdong, que nasceu com uma estranha condição rara: um rabo de castor -conhecido no meio médico como espinha bífida- que não para de crescer e que impede o pequeno de levar uma vida normal. O pior é que, segundo os médicos, se este rabo for extraído, voltaria a crescer. A mãe do garoto horrorizada conta que o rabo se alonga de acordo com a idade do filho e implorou aos médicos de seu país que por favor operassem seu filho, mas os especialistas reconhecem que não é algo tão simples assim: - "Já está muito desenvolvido, medindo quase 10 centímetro. Temos que reparar o canal medular primeiro para deter seu aumento", disse o médico Huang Chuanping. Ademais, assegura que se tirassem essa espécie de rabo de castor, muito provavelmente cresceria de novo. Este tipo de espinha bífida, chamada mielomeningocele, um defeito congênito em que a espinha dorsal e o canal espinhal não se fecham antes do nascimento, é o tipo mais comum e afeta um em cada 800 crianças.
 zcor1
Ele tem 26 anos, mas sua aparência é de um pré-adolescente de no máximo 10. Hyomyung Shin ganhou fama na Coreia do Sul após aparecer em um programa de tevê local e, agora, vídeos seus no Youtube se tornaram virais no mundo todo.Nascido em 5 de janeiro de 1989, Hyomyung conta que percebeu que havia parado de envelhecer somente aos 18 anos. “Uma vez fui a um reencontro de colegas da escola e todos meus amigos já estavam crescidos. Eu era a exceção”, diz em entrevista à BBC Brasil. Os médicos que cuidam do coreano garantem que ele é saudável. Ele, no entanto, nunca passou por um exame mais completo para saber as causas do lento envelhecimento.
Com 1,63 m e jeito de quem não passou pela puberdade, Hyomyung diz levar uma vida normal, inclusive no trabalho, em um escritório de consultoria técnica - onde diz nunca ter tido problemas para ser respeitado. Ele também é DJ nos fins de semana. Mas o programa de TV que o alçou ao sucesso mostra algumas dificuldades: em uma boate e durante um encontro, as mulheres não acreditavam em sua idade real. Na TV, ele aparece dançando, bebendo e falando sobre o sonho de ter uma namorada.Mas quando questionado sobre as desvantagens de parecer mais novo, Hyomyung cita apenas uma: ser alvo de brincadeiras de outros jovens da mesma idade.
Ele também é obrigado a andar com o documento sempre na mão, principalmente quando sai à noite ou vai comprar bebidas alcoólicas. Mas isso, ele garante, não o incomoda.“Uma vantagem de ter cara de menino é que quando vou para o interior e entro nas lojas ou restaurantes os mais idosos ficam me chamando de fofo, me dão desconto e, às vezes, até consigo coisas de graça.” Hyomyung diz também ter medo de envelhecer de repente. “Eu ficaria com medo se começassem a aparecer rugas”, diz. “Vivo com esse rosto jovem há sete anos. Se envelhecesse de repente, acho que perderia um pouco da diversão da vida.” Segundo Hyomyung, o caso dele não é único na família.“A minha irmã mais velha também parece bem mais nova do que sua idade real. Ela tem 31 anos e aparenta ser uma estudante do Ensino Médio, eu diria.”
zgj788 
zgi785
Rahama Haruna de 19 anos é uma jovem que nasceu sem corpo e leva a vida dentro de uma bacia. Ela sofre de uma estranha deficiência que impede o desenvolvimento de um corpo. A moça tem apenas alguns centímetros e não tem extremidades, somente um braço, o direito. Segundo os médicos da sua região, a doença de Rahama não tem remédio, pois ela sofreu ataque de "espíritos do mal". O irmão dela é quem a carrega na bacia, por mais de 25 quilômetros todos os dias. Os dois vivem de esmolas e mesmo as pessoas que vivem na sua região não conseguem se acostumar com a situação e sempre se assustam com este fato. Mesmo com tamanha situação, ela não esconde o seu otimismo e consegue viver de boa fé. "Aprendi a crescer sem amigos na vida. Minha família são os únicos amigos que tenho. Levei muito tempo para compreender que nem todas as pessoas são iguais. Não me importo. Considero-me uma afortunada só de estar viva", finalizou a moça.
acremat1
Batizada pelos médicos de “menina biônica”, ela não sente dor, cansaço ou fome. Olivia Farnsworth tem uma rara doença cromossômica – uma das várias causadas pela ausência do cromossomo 6 – que chocou os médicos e sua família. Sua mãe, Niki Trepak, conta que ela não tem senso algum de perigo, chegando ao extremo de ser atropelada por um carro sem reclamar. “Ela foi arrastada por cerca de 40 metros na estrada. Foi horrível, eu não acho que é algo que eu vou superar algum dia”, conta a jovem, que tem cinco filhos, em entrevista ao jornal “The Huffington Post”. “Eu estava gritando e todos os meus outros filhos estavam gritando. Mas a Olivia estava tipo, ‘O que está acontecendo?’. Ela apenas levantou-se e começou a caminhar de volta para mim. O hospital disse que ela é ‘biônica'”.
Por causa do impacto, a menina deveria ter tido lesões graves. Porém, além de uma marca de pneus em seu peito, seus únicos ferimentos foram arranhões que tiraram a pele do seu dedo do pé e do seu quadril, relata a mãe. “Os médicos estavam fazendo tomografias computadorizadas e raios-X tentando encontrar lesões, mas não havia nada. Ela teve muita sorte”.Os médicos afirmaram supostamente que o que a salvou das lesões foi o fato de que seu corpo não ficou tenso.
A síndrome significa também que Olivia nunca sente fome e consegue ficar três dias sem dormir. Quando ela foi diagnosticada, a geneticista consultora do Leeds Teaching Hospital admitiu que nunca antes tinha visto o distúrbio em sua carreira. Trepak disse que sabia que Olivia era diferente de seus outros filhos desde o dia em que nasceu. “Eu já tinha tido dois filhos antes de Olivia chegar, então eu sabia que ela não era igual a eles”, disse ao jornal britânico. “Ela não dormia, mas simplesmente achei que ela fosse um bebê agitado. Com cerca de nove meses de idade, ela parou tirar cochilos durante o dia. Porém, à medida que ela ficava mais velha, ela nunca precisava dormir. Ela sobrevivia dormindo aproximadamente duas horas por noite e nunca ficava cansada”.
“Eu sempre vou lembrar quando ela tinha cinco anos e começou a escola, eu a vi bocejar pela primeira vez. Eu estava tão animada, nunca vou esquecer. Eu pensei, ‘Finalmente, ela está cansada. Finalmente, eu vou conseguir dormir um pouco’. Porque não era ela que sofria pela falta de sono, ela nunca precisava dele. Era só eu que precisava dormir”.Quando era menor, Olivia inventada qualquer desculpa para não dormir, como gostar da cor do seu tapete, das cortinas ou da roupa de cama. Há seis meses, ela passou a tomar remédios para ajudá-la a dormir. Agora, ela dorme cerca de seis horas por noite.
Mesmo com tão pouco tempo de vida, a doença faz com que a história da garotinha seja cheia de fatos muito diferentes do resto das crianças. Ela, por exemplo, não gosta de comer – e não tem nada a ver com birra. “Quando ela tinha nove meses de idade, começou a rejeitar o meu leite. Eu pensei que ela não gostava dele, mas, desde então, ela nunca mais gostou de alimentos”, conta a mãe.
Atualmente, se tornou praticamente condicionada a comer. Ela come na escola, porque todo mundo está fazendo a mesma coisa, mas não sente necessidade do alimento. Ao contrário do que normalmente acontece, ela nunca fica com fome. “Em casa, ela passa por fases de comer a mesma coisa por meses e meses e depois para – uma vez foram milkshakes, outra sanduíches com manteiga, outra vez macarrão com frango”.
“Quando ela era um bebê, eu sempre disse que ela era feita de aço porque nunca chorava, mas eu nunca pensei que ela não sentiria dor alguma, era apenas uma piada”, afirma Trepak. Quando Olivia estava no berçário, certa vez a menina caiu e seus dentes cortaram seu lábio inferior.
“Quando cheguei para levá-la ao hospital, ela não estava nem mesmo chorando”, lembra a mãe. “Ela teve que fazer uma cirurgia plástica e quando o cirurgião foi examiná-la, puxava o lábio dela e ela sequer pestanejava. Ele me disse, ‘Há algo de errado com ela'”.
Apesar de ocasiolnamente ter explosões emocionais e apresentar comportamentos violentos, Trepak diz que Olivia é uma menina feliz. “Ela não deixa que nada disso a afete – porque, para ela, é normal que nunca tenha experimentado dor, fome ou cansaço”. Para a família, foi um desafio descobrir o que estava causando os sintomas. Os médicos não tinham ideia do que poderia estar errado com a pequena e, por isso, a mãe quer divulgar doenças causadas por problemas no cromossomo 6, como a da filha. “Ao olhar para Olivia, você acha que tem algo de errado com ela. Eu quero que as pessoas tenham conhecimento e parem de julgar”.
Trepak e Olivia recebem ajuda do grupo de apoio Unique, que dá suporte em casos de distúrbio cromossômico. A executiva-chefe do Unique, Beverley Searle, disse que o transtorno de Olivia é o primeiro deste tipo em todo o mundo. “Este é um caso super raro. Olivia tem uma condição que está no mesmo grupo que as pessoas com supressão do ‘6p’. No nosso banco de dados mundial, existem apenas 100 pessoas com a supressão do ‘6p’ – isso entre 15 mil casos de transtorno cromossômico em todo o mundo”.
Pode ser que não exista mais ninguém com o mesmo transtorno de Olivia. “As pessoas se sentem isoladas quando são diagnosticadas com doenças raras”, aponta Searle. “Eu não posso comentar sobre este caso individual ou se Olivia é ‘biônica’, mas nós estamos aqui para ajudar a ela e a sua família a aliviar os sintomas”.
“No grupo, tentamos encontrar correspondências e fornecer informações para as famílias, o que pode ser ótimo para amizade e apoio locais”. O grupo afirma que cerca de um em 200 bebês nascem com uma desordem cromossômica rara, mas cada um pode ser muito diferente do outro, tornando-os excepcionalmente incomuns.

Fonte: Buteco da Net
           Telegraph
           http://www.mdig.com.br/
           http://www.bbc.com/
           http://muitapimenta.com
           http://curiosidadeterra.blogspot.com.br/
           www.alemdaimaginacao.com
           Meio Norte
          http://comunidademib.blogspot.com.br/
          http://www.huffingtonpost.co.uk
          http://www.examiner.co.uk
          http://www.express.co.uk
Publicado em: www.oarquivo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE

Mapa das Postagens

PESQUISE POR ASSUNTO

AS PREFERIDAS DO MÊS

Seguidores