10 de mar de 2019

Os Reptilianos - Parte 2

 
Corrupção genética - Esses reptilianos e os aliados deles corromperam o DNA da Terra com os seus próprios e essa infiltração genética permanece dormente até que seja ativada pelos campos vibracionais gerados pelos rituais da sociedade secreta Illuminati, e outros à vista de todos, como as cuidadosamente projetadas coroações e cerimônias oficiais de muitos tipos, incluindo até mesmo a Abertura do Parlamento do Reino Unido e certamente aqueles das várias religiões.
 
[Esta ativação está sendo infligida agora também na população geral por tecnologia na Terra e no espaço, sem dúvida nenhuma, e esta entidade canalizada disse que o programa de clonagem existe para desenvolver corpos para os reptilianos do "entre mundo" que não requereria a dominação de uma consciência já encarnada.]
Uma vez ativado, o DNA abre o corpo para a possessão por estes reptilianos e outros seres, e isto é o que está acontecendo, por exemplo, aos Maçônicos nos rituais em que a maioria deles entregam formas de papagaio enquanto não tendo nenhuma idéia da significância vibracional deles. é por isso que os Illuminati são tão obcecados em saber a linhagem genética de uma pessoa. Eles sabem quem tem o potencial para esta ativação e possessão e quem não tem. O banco de dados genealógico da Igreja mórmon e agora os bancos de dados de DNA são projetados para identificar aqueles com a linhagem genética. Estas são as pessoas que recebem trabalhos e papéis que servem a agenda da Illuminati, enquanto a maioria deles não tem nenhuma idéia do que realmente está acontecendo e para o que eles estão sendo usados. O DNA deles é então ativado e eles passam por uma mudança de caráter (uma frase que eu ouvi tantas vezes em relação a tais pessoas uma vez que eles avançam no sistema) e uma consciência muito diferente assume os processos mentais e emocionais deles.

[é por isso que é tão importante para todo mundo ficar bem limpo de ritual, não importa o quanto inocente ele possa parecer na superfície. Eu incluiria ritual "New Age" nisto também. Eu não quero dizer ficando em um círculo, conectando-se com outras pessoas e projetando pensamentos amorosos, etc. eu quero dizer ritual cuidadosamente construído que é constantemente repetido, como em cerimônias religiosas por exemplo. Eu estou começando a perceber por que sempre tive uma aversão em tomar parte em rituais de qualquer tipo.]

Cada nova geração das famílias de linhagem genética dos Illuminati é exposta ao ritual apropriado para ativar a possessão deles pelas entidades reptilianas e assim o ciclo continua. A frase que vem a mente é "...perdoe-os porque eles não sabem o que fazem ".

O.B.S. Aparentemente, esta infiltração de DNA é conhecida dentro dos círculos internos da família real britânica como a "doença da família". Eles estão atualmente com medo disto porque eles sabem que uma vez que for ativada eles serão possuídos. Mas é claro que eles estão presos em um mundo de constante ritual e cerimônia especificamente projetado para ativar a possessão deles. É uma faca de dois gumes. Sem o ritual eles não podem ser a família real, mas com o ritual são ativados e possuídos. Os pensamentos e processos emocionais da Rainha Mãe do Reino Unido não são aqueles de Elizabeth Bowes-Lyon, a pequena menina oficialmente nascida naquele corpo 101 anos atrás. Eles são controlados pela entidade reptiliana ou entidades que a possuíram depois da ativação do DNA híbrido.

Cérebro Reptiliano (James M. Ridigway Jr) - Todos os assuntos sociais, bons ou ruins, são no fim dependentes do cérebro réptil do homem. O assim chamado Complexo-R é a região mais velha e mais primitiva de nossa massa cinzenta. É o centro de agressão/sobrevivência de nossa existência. As emoções básicas que nos governam como amor, ódio, medo, luxúria, e satisfação emanam deste primeiro estágio do cérebro. Por milhões de anos de evolução, camadas de raciocínio mais sofisticado foram sendo adicionadas a esta fundação - nossa capacidade intelectual para pensamento racional complexo que nos fez teoricamente mais inteligentes do que o resto do reino animal. Quando nós estamos descontrolados de raiva, significa que nosso cérebro réptil está anulando os componentes racionais do nosso cérebro. Se alguém diz que agiu com o coração em vez da cabeça. O que ele realmente quer dizer é que concedeu o controle às suas emoções primitivas (que têm origem no cérebro réptil), ao invés dos cálculos da parte racional do cérebro.

Enquanto as partes mais modernas e sofisticadas do cérebro conseguem fazer o complexo pensamento do dia-a-dia, ainda é a antiga parte réptil que nos governa. Políticos, pregadores, e homens que lidam com propaganda sabem disso, e sempre dirigem suas palavras para as nossas emoções, e não ao nosso intelecto, para comunicar a sua mensagem. A coisa assustadora sobre o cérebro réptil é que ele não tem nenhum conceito de bem ou mal. Ele simplesmente exige uma ação de algum tipo. Não tolerará ficar na inatividade. Se não puder achar uma saída para uma ação criativa, caminhará implacavelmente para uma ação destrutiva, e se nenhuma das alternativas for possível, então ele começa a buscar a autodestruição. Assim, a humanidade como um todo, bem como os indivíduos, oscilam entre a guerra e outros impulsos assassinos, e a edificação pacífica e a harmonia. Às vezes quando não há nenhuma saída perceptível para uma atividade construtiva, especialmente entre os jovens e os idosos, e uma forte consciência está bloqueando uma saída destrutiva, uma depressão severa tomará conta de quem estiver neste estado de inatividade, empurrando terrivelmente a vítima para o suicídio. Assim, a consciência pode manter uma pessoa pura e honesta. Contudo, sobre condições erradas pode também empurrar a pessoa para o limite.

Um clássico exemplo do cérebro réptil em ação pode ser visto no trabalho do homem mais vil de todos os homens vis do século 20: Adolph Hitler. No princípio, Hitler teve fortes impulsos criativos para ser um artista. Porém, quando aplicou isso às escolas de arte ele foi considerado não ter o talento básico para a sua aceitação (talvez mais porque ele não teve as conexões sociais certas). Os sonhos de Hitler foram esmagados. Durante os próximos anos ele vagou pelas ruas da Áustria e da Alemanha. A essa altura, Hitler era uma pessoa completamente destituída que, segundo alguns historiadores, fez pelo menos dezenove tentativas de suicídio. Em uma de suas tentativas quase bem-sucedida, ironicamente, ele foi salvo da autodestruição por membros de uma família de judeus. Eventualmente, como todos nós sabemos, estando bloqueado para propósitos positivos e tendo falhado no suicídio, Hitler descobriu o partido Nazista, e o cérebro réptil dele encontrou seu caminho em uma orgia destrutiva que afetou ele mesmo e cerca de 60.000.000 de outros da sua espécie, e deixou grande parte da Europa em cinzas. Tudo é impulsionado pelo cérebro réptil. Desde as glórias de nossos poetas e curandeiros até os criminosos e assassinos que aterrorizam nossas ruas e casas.

Se o cérebro réptil é o forno de nossas ações, então o hormônio masculino, a testosterona, é como gasolina nesse fogo. É por isso que durante os milênios o homem tem sido muito mais criativo e destrutivo do que as mulheres. (Me desculpem os grupos politicamente corretos) É claro que, como nós sabemos, os homens são fisicamente mais ativos quando o nível de testosterona deles atinge o ápice aos vinte anos. Assim, com o cérebro réptil deles incendiado pela testosterona trabalhando a todo vapor e desejando ação ao final da adolescência, guerreiros, atletas e membros de gangues alcançam o auge de sua letalidade nesta fase da vida.

Agora o ponto chave deste exercício é que o cérebro réptil não está a ponto de ceder o seu domínio sobre a humanidade em alguns milhões de anos, mesmo se nós pudéssemos sobreviver sem ele, o que é provavelmente uma impossibilidade. Em todo caso, é importante que em todos os nossos assuntos políticos e sociais, legisladores, administradores, homens de negócio e líderes religiosos, e o público em geral, estejam completamente conscientes de como o que eles pretendem poderia afetar o cérebro réptil. Essas ações criarão bolsões involuntários onde a ação positiva será bloqueada, conduzindo assim a uma cadeia inteira de forças destrutivas sendo liberadas? Ou elas permitirão atividades que, mesmo talvez não idealmente adaptadas a todo interesse, pelo menos minimizarão o potencial destrutivo? Para saber a solução, a pessoa tem que primeiro entender o problema. O cérebro réptil sempre foi a maldição e a salvação da humanidade. Contudo, tem sido ignorado a um grande risco

Reptilianos, uma resposta (David Icke) - Há aqueles que dizem, aparentemente, que eu estou “demonizando” os reptilianos ao expor os bastidores da conspiração global e responsabilizando-os por tudo. É uma observação que têm todo o direito de fazer, mas penso que é extremamente injusto dizer que eu estou colocando-os todos no mesmo nível ou que eu estou dizendo que eles são a causa primordial do controle global.

A verdadeira causa é que bilhões de pessoas estão entregando as suas mentes às “normas” condicionadas e insistindo, através da ameaça do ridículo ou da condenação, que todos os outros façam o mesmo. Sem isso, ninguém poderia controlar as vidas de tanta gente, sendo ou não reptilianos. Nós somos a verdadeira causa e portanto possuímos a chave para transformar a prisão em um paraíso. Nos últimos dias, tenho sido descrito de todas a formas, desde um desinformante da Illuminati controlado mentalmente até um clone “micro-chipado” dos reptilianos Draconianos. Eu, aparentemente, tornei-me um “assunto”. Que excitante. Eu, um motivo de debate. O meu pai teria ficado tão orgulhoso.

De qualquer forma, aqui estão algumas citações do “The Biggest Secret” – O Maior Segredo:

“Como eu sempre enfatizei, nem todos os reptilianos têm intenções malevolentes e não tenho desejo algum de demonizar a raça reptiliana. Nós estamos falando aqui de apenas um grupo deles.”

“Eu penso que a corrente genética reptiliana opera por todo o Universo e nem todos são malevolentes, longe disso. Tal como acontece com a humanidade, eles abrangem todo o espectro das atitudes desde o amor ao ódio, da liberdade ao controle. Eu estou identificando um grupo em particular, não a espécie inteira - não posso ser mais enfático do que isso.”

“As minhas pesquisas evidenciam existirem diferentes facções reptilianas: aquelas que têm uma atitude mais positiva em relação à humanidade e aquelas que desejam dominar e controlar. Ambas se tornaram conhecidas como Observadores ou anjos; os últimos como anjos caídos.”

“Antes de terminar, realçarei uma vez mais que quando falo de reptilianos, falo apenas daqueles que procuram manipular a humanidade e não da espécie como um todo. Muitas das espécies reptilianas estão tentando nos ajudar a quebrar o feitiço e até mesmo os reptilianos manipuladores estão possuídos por uma força da quinta dimenção. Em última análise somos todos Um, de qualquer forma.”

Pergunto-me se isto realmente soa como alguém que está procurando demonizar uma espécie inteira. Todas as espécies e raças abrangem toda a gama de attitudes e emoções. Expor os Nazistas não é o mesmo que dizer que todo humano é Nazista por implicação. Se algumas pessoas não lêem estas declarações equilibradas e afirmam que eu estou dizendo que todos os reptilianos são iguais, o que eu posso fazer em relação a isso? Quantas vezes terei de repetir a minha posição? Espero que isto esclareça as pessoas do meu ponto de vista e se alguém tiver informações positivas acerca dos reptilianos ou experiências a transmitir, enviem os artigos e eu os publicarei. Sem problema. Mas em vez de fazerem isso, algumas pessoas simplesmente sentam-se e se queixam. Suponho que assim seja mais fácil para elas.

Fiquei atordoado nos últimos dias por ter conhecido um pesquisador e ter lido artigos de outros que fizeram afirmações de “fatos” sobre mim, quando claramente não leram o meu material, apenas superficialmente, nem sequer me ouviram falar. Um deles me acusou de dizer às pessoas que não há esperança (uma afirmação chocante para qualquer um que tenha lido os meus livros ou assistido a uma das minhas palestras) e depois terminou a conversa dizendo que a Nova Ordem Mundial irá acontecer e que ninguém pode fazer nada em relação a isso. Er, pardon? Eu sou um, de fato um dos poucos, escritores de conspiração que diz que PODEMOS fazer algo porque, em última análise, nós somos a base de todo o castelo de cartas. Uma outra escritora, a Anna Hayes, autora de “Voyager Books”, admite que o que ela sabe sobre o meu trabalho é apenas “o que ouvi dizer”, mas mesmo assim considera isto uma pesquisa suficiente para publicar um volume enorme revelando onde eu estou enganado, como eu sou controlado mentalmente, ou micro-chipado, etc. etc. Acredito que os livros dela são baseados em um pouco mais de pesquisa. Você tem mesmo que rir de tudo isso, bem foi o que eu fiz.

Também ouvi dizer que estou afirmando que o cérebro dos reptilianos opera de forma semelhante ao dos lagartos, das cobras e dos dinossauros de há milhões de anos atrás. De modo algum. Estou citando o artigo relacionado à mente reptiliana, baseado em fontes científicas convencionais e não nas minhas próprias conclusões. Estou citando as características do caráter que eles dizem que se formam na antiga parte reptiliana do cérebro, o complexo-R como eles a chamam. É claro que o cérebro reptiliano terá evoluído durante milhões de anos e a sua expressão humana não será o espelho do modo como o cérebro dos lagartos ou dos corcodilos funciona. Contudo existem pontos em comum, como por exemplo o comportamento ritualístico. A ideia, no caso dos humanos, é equilibrar essas características com outras partes dos nossos cérebros e mentes.

Quando Credo Mutwa afirma que é possível compreender a descendência dos reptilianos-Illuminati estudando o comportamento dos répteis e do cérebro reptiliano, ele está correto. Ele não será, como disse antes, um espelho exato, claro que não, mas existem vários pontos no comportamento dos Iluminati e dos répteis que são muito semelhantes. Leia o que até mesmo a ciência convencional diz sobre a mente reptiliana (complexo-R) e depois compare com o comportamento dos Illuminati.

Por último, outra observação que eu ouvi. Quando não respondo aos e-mails, algumas pessoas ficam com a impressão, ao que parece, de que eu estou suprimindo-as ou que não quero ouvi-las. Gostaria de salientar que recebo centenas de e-mails por semana e que se respondesse a todos eles, a todas as questões e pontos de vista, não haveria mais livros, palestras, pesquisas, nem novos artigos neste site.

O que eu procuro fazer é lê-los todos. Porém, quando estou viajando pode levar algum tempo. Mas agradeço a todos por se comunicarem comigo e os encorajo a continuarem. Eu aprendo tanto com os visitantes deste site e não consigo enfatizar o bastante o quanto eu gostaria que isso continuasse. Mas se eu não respondo, não é porque não li o que foi enviado, nem porque estou suprimindo alguém.

É porque simplesmente não é possível fazê-lo e ao mesmo tempo fazer todas as outras coisas necessárias para manter o momentum de exposição das conspirações. Ao contrário do que alguns parecem crer, eu não tenho uma equipe de pessoas trabalhando para mim, nem uma equipe administrativa, nem um secretário, assistente pessoal ou equipe de pesquisadores. Nos Estados Unidos, por exemplo, só existe eu, Royal na Bridge of Love e Lauren, a webmaster. Somente.

Espero que as pessoas compreendam, então, porque não é possível responder a todos os e-mails, apesar de cada um ser lido.

Comentários

Comandante Vitzo nos traz comentários sobre a existencia do povo reptiliano, e como nós podemos identificar estes seres que estão entre nós. Por Vitzo, de Urano. Não é de lamentar-se que mais da metade da população humana não saiba que divide os territórios da Terra com outra raça que respira do mesmo oxigênio que vocês.Estou falando da raça reptiliana, que está presente abundantemente no território que vocês chamam “de seu”.

Saibam que ele não é somente de vocês humanos, e isso, a milhões de anos, desde o tempo que a Terra era guardada por legiões e legiões de seres angélicos. É bom salientar que nesta época do tempo terrestre não existiam religiões, porque o mais apressado pode dizer que estamos misturando biologia e religião no mesmo caldeirão e isso não corresponde à verdade. Os anjos, estes seres que vocês cultivam como salvadores em algumas religiões terrestres, foram os primeiros a expulsar os reptilianos para os interiores da Terra, e lá se desenvolveram em ambiente escuro que aos poucos foi se iluminando através de tecnologia extraterrestre e saltos evolutivos de consciência.

Aos poucos também, tais seres foram se aproximando dos humanos e aos poucos foram se envolvendo com vocês, tornando-se um de vocês através de cruzamentos genéticos. Sim amigos, eles estão entre vocês, disfarçados de gente humana, derivados de cruzamentos genéticos dos mais variados. Eu não quero assusta-los até porque sei que vocês não admitem a idéia da existência de extraterrestres como eu, por exemplo, e muito menos, de “lagartos humanos”. Eu vivi muitas vidas em solo terrestre desde a queda da nave uraniana há 500 mil anos atrás e em muitas destas vidas, tive o desprazer de me ver devorado em bocas de lagarto. Sim, muitas de minhas vidas em corpos terrestres foram perdidas por anos a fio, onde o homem não era nada mais do que alimento para predadores maiores, e eles adoravam a carne humana. Estamos falando de cem mil anos atrás.

Hoje em dia não são mais feras de instinto maligno, mas sim, feras de inteligência maligna, e eles estão entre vocês. Estão dispostos em seus governos, em suas escolas, em suas agencias de inteligência, em seus supermercados. Ao se misturar com a genética humana, estes seres fizeram-se parecer com vocês nos últimos 300 mil anos em busca do poder terrestre e da extinção da raça humana como predominante no planeta. Em uma de minhas vidas terrestres, combati o mal reptiliano destruindo cavernas habitadas por eles, e isso fez com que milhares deles partissem da Terra em segundos para lugar desconhecido onde suas almas habitam. Muitas expedições secretas humanas foram atrás de algozes répteis que atacavam crianças em várias partes do mundo, e isso foi suficiente para eu saber naquele passado remoto que eles viviam entre os humanos naquele momento.

Mas voltemos aos tempos de hoje, onde o homem goza de iberdade vigiada dos governos nefastos repletos de reptilianos, assassinos de crianças e nações inteiras.Criadores de guerras onde exércitos são devorados pelas bombas e por exércitos de répteis que atuam na escuridão da noite, ceifando vidas que desaparecem da noite para o dia. Mas eu não estou aqui para falar do passado e sim do presente, traçando uma espécie de características que os seres humanos não percebem, mas que deveriam perceber quando estiverem no ambiente das grandes cidades.

Reptilianos humanos geralmente não gostam de humanos. Eles se isolam em seus grupos de nascença, onde possuem o apoio necessário para serem quem verdadeiramente são.Eles estão infiltrados em todos os seguimentos da sociedade, mas preferem sempre participar da atividade neurótica das grandes cidades, onde passam desapercebidos porque todos estão muito preocupados só em ganhar dinheiro para sobreviver e não percebem a ameaça sentada ao lado no escritório.Reptilianos humanos não gostam da natureza, não gostam de crianças, não gostam de cães e gatos, que podem ver seu verdadeiro semblante. São atletas por natureza, pois possuem muita energia vital e quase nunca ficam doentes. São seres que habitam casas, de preferência, pois podem ser pouco notados ou observados.Não são pessoas que demonstram carinho pelo ser humano ou pela humanidade em geral. São seres disfarçados em pessoas que trabalham, mas que são aficcionadas por alguma mania estranha. Não bebem, mas comem muita carne e são violentos se provocados.Se você conhece alguém com estas características não se apresse a julgar, mas não deixe de observar, pois você pode estar ao lado de um réptil humano.

Reptilianos humanos são seres que pregam a violência, o homem contra o homem, e por outro lado, quando em altos escalões sociais, determina através de seu poder que o homem destrua o próprio homem através das guerras e que a convulsão social seja o fator preponderante para a destruição da raça.

É claro que o mundo extraterrestre também usa suas forças para combater os répteis na Terra, e por isso eles ainda não conseguiram alcançar o sucesso absoluto de suas atividades terrenas. Répteis conseguiram naves através de acordos operacionais com os cinzentos, e nem todas as naves que muitos vêem na Terra são de amigos, podemos dizer assim.

Elas são combatidas pela liga extraterrestre que atua na Terra, empurrando-os para dentro do planeta ou destruindo-os por completo sempre que necessário. Por isso, cautela ao abordar uma nave. Tenham consigo as informações corretas sobre com quem estão lidando.

É claro que você não precisa acreditar em nada disso, mas como amigo dos humanos, faço questão de alerta-los neste momento sobre a ameaça reptiliana, que vem colaborando com a matança de humanos nas guerras, provocando desastres “naturais” e trabalhando ativamente nos governos, usando paletó e gravata.

Mesmo com os avanços genéticos, eles não conseguiram tirar o cheiro deles totalmente, que é um cheiro de “ferida exposta”, ou algo adocicado como “pus” que eles possuem, por isso, tomam vários banhos ao dia e se gabam de usar os melhores perfumes. Não esqueçam das mulheres répteis que habitam a Terra e que estão programadas para gerar novos seres com répteis humanos masculinos. Tudo para que exista uma “limpeza genética”.

Isso lembra algo a vocês?

Até breve!
Comandante Vitzo em missão na Terra

Fonte: Rede Aquariana – Seção Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é fundamental, participe:

Mapa das Postagens

PESQUISE POR ASSUNTO

AS PREFERIDAS DO MÊS

Seguidores