5 de out de 2019

CÂNCER E A VITAMINA D



Benefícios da Vitamina D para a prevenção do Câncer


Vitamina


Caso ainda não saiba, a vitamina D é um forte aliado do nosso corpo, pois ela ativa principalmente em nosso organismo o cálcio e o fósforo. Se consumida frequentemente é possível sempre contar com ossos fortes. 
Outra grande novidade com relação à vitamina D é que em altos níveis em nosso organismo este composto pode diminuir significativamente o risco de câncer, isso segundo um estudo epidemiológico.
Justamente por isso hoje vamos falar de alimentos ricos em Vitamina D.
Na verdade, ainda não está totalmente claro como a vitamina D pode reduzir as chances de desenvolver o câncer, porém isso certamente se dá por conta dos inúmeros benefícios deste composto, tais como: melhora do sistema imunológico, melhora da saúde óssea e melhora da saúde muscular.
É muito importante sempre manter os bons níveis desta vitamina em nosso corpo, pois já vimos que a mesma nos traz inúmeros benefícios. 
Quer saber mais sobre o assunto e entender de uma vez por todas como a vitamina D pode ajudar na prevenção do câncer? Então é só continuar a leitura deste artigo. Tenha uma boa leitura!

VEJA AGORA ALGUNS ALIMENTOS RICOS EM VITAMINA D

Antes de falarmos de alimentos, é importante você saber que uma das maneiras de obter vitamina D é através da exposição ao sol. 
É claro que nesse caso é importante tomar certos cuidados, uma vez que essa exposição, se não feita da forma correta, também pode causar sérios problemas ao corpo.
Sendo assim, o ideal é tomar um banho de sol no período da manhã e sempre com protetor solar!
Porém, como já mencionado, também é possível conseguir essa vitamina através de alguns alimentos essenciais para nosso organismo. Confira a seguir os principais entre eles:  
  • Salmão enlatado: esse alimento é uma ótima fonte de vitamina D, pois fornece 530 unidades de vitamina D por 3 porções;
  • Atum em conserva: também é ótimo para obter vitamina D, pois oferece 360 unidades de vitamina por 3 porções. Além disso, o atum pode ser consumido tanto no almoço quanto no jantar;
  • Suco de laranja: este contém 100 unidades de vitamina D e é recomendado que se beba todos os dias.
  • Ovos: os ovos também possuem vitamina D, uma quantidade, em média, de 20 a 26 unidades de vitamina para cada ovo grande;
  • Sardinha: esse é outro alimento que contém uma quantidade boa de vitamina D. Na verdade, duas latas de sardinha, para se ter uma ideia, representam algo em torno de 13% da quantidade de vitamina D que precisa ser consumida todos os dias;
  • Bife de fígado: por mais que seja comum que algumas pessoas não gostem desse alimento, o bife de fígado, além de ter vitamina D, também é uma das melhores fontes de ferro;
  • Cogumelos: por fim, quanto mais forem expostos à luz solar, mais são as chances de que alguns tipos de cogumelos sejam ótimas fontes de vitamina D. 
Você percebeu que existem alguns alimentos comuns que são ricos em vitamina D e, portanto, possuem o benefício de reduzir o risco de desenvolver o câncer durante sua vida. 
Sendo assim, é melhor sempre tê-los à sua disposição para evitar problemas futuros. Mesmo que você não seja fã de nenhum deles, o ideal é tentar consumi-los pelo menos uma vez por semana. 
É claro que existem ainda outros alimentos que contêm vitamina D, a grande questão é que acima listamos apenas aqueles que possuem uma quantidade maior e que realmente pode fazer a diferença.
Entretanto, o que importa mesmo é não deixar de consumir vitamina D, mesmo que seja por meio do sol.
Tenha sempre em mente que os benefícios são muito maiores do que qualquer coisa. Afinal de contas, já imaginou prevenir uma doença tão séria, como é o caso do câncer, somente consumindo esses alimentos?
Realmente é algo bastante vantajoso, não é mesmo? 
Alimentos ricos em Vitamina D

VITAMINA D X CÂNCER

Mas, afinal, qual será que é a relação da vitamina D com o câncer? Aliás, será que realmente existe uma?
Para começar a entender melhor a respeito desse assunto, é válido ressaltar que mesmo que ainda não exista nada cientificamente capaz de comprovar a relação da vitamina D com o câncer, algumas pesquisas de especialistas mostram que a falta desse tipo de vitamina pode sim aumentar as chances do desenvolvimento do câncer.
Dessa forma, começar a consumir mais vitamina D, é claro, é uma das maneiras existentes de diminuir consideravelmente as chances de câncer, por exemplo. 
Outra coisa importante nesse caso é entender de que forma exatamente esse tipo de vitamina conseguiria agir na prevenção do câncer
Por mais que não seja algo tão simples de entender, é importante mencionar que a vitamina D é muito conhecida por causa do papel fisiológico que desempenha na homeostase natural por meio das suas ações sobre os ossos, as glândulas paratireoides, os rins e os intestinos.
No entanto, alguns estudos mais recentes conseguiram perceber também que a vitamina D conta com alguns efeitos anticancerígenos em sua forma bioativa. 
Somente com o conhecimento que existe acerca do assunto, os tipos de câncer que mais podem ser evitados por conta da vitamina D são: câncer de mama, cólon, próstata, osteossarcoma, carcinoma de células escamosas e leucemia mieloide. 
Ou seja, como você conseguiu perceber, tudo é muito recente ainda e está na fase de estudos e de pesquisas. Portanto, não dá para afirmar ao certo se a vitamina D é capaz de prevenir realmente o câncer e muito menos qual o tipo.
O que resta, portanto, é continuar consumindo essa vitamina, afinal ela não faz nenhum mal ao organismo, muito pelo contrário.
De qualquer forma, não deixe de estar sempre atento a pesquisas que falam sobre esse assunto, certo? Afinal de contas, a descoberta de algo parecido pode realmente revolucionar muitas coisas. 

CONCLUSÃO

Sendo assim, a importância da vitamina D para o corpo de uma forma geral ainda está sendo estudada e, portanto, vai levar mais algum tempo até que seja possível realmente comprovar a sua ligação com a prevenção do câncer.


Um comentário:

  1. Há 3 anos tomo 1 cápsula de vitamina D antes de dormir e sinto que melhorou muito o meu sistema corporal, especialmente com referência aos intestinos e rins. Tudo por indicação do meu médico endócrino.

    ResponderExcluir

PUBLICIDADE

Mapa das Postagens

PESQUISE POR ASSUNTO

AS PREFERIDAS DO MÊS

Seguidores